26 de agosto de 2013

Extremos


Trechos da Palestra sobre 'Dharma", em Londres, Reino Unido em 05 de outubro de 1978

52': Branco e Preto:
 "Uma pessoa agressiva não pode entrar na Sahaja Yoga, pois não pode ir muito longe. Nem uma pessoa negativa, mas uma agressiva não pode. Ela irá se afastar. A Sahaja Yoga se afasta de tais pessoas. [É agradável?] ser humilde, mas vocês não têm que ser escravos. Nos extremos, pelo menos, devemos saber a diferença entre os dois. Vejam,  há extremos: digamos que algo seja muito preto, então vocês podem ver o branco de forma muito clara em contraste, não é? E quando vocês sabem como passar de um extremo ao outro extremo, devem ser capazes de ver ambas coisas muito claramente. E é assim que chegamos ao centro.



Cavalo e Cavaleiro:
Eu quero dizer que é para o seu próprio bem ser dessa forma. Vocês poderiam dizer: 'Sim, nós compreendemos, Mãe, mas não podemos fazê-lo.' Experimentem-no. Vocês só precisam observar a si mesmos e ver como funciona, como suas mentes estão trabalhando: é o seu cavalo e vocês têm que dominá-lo. Vocês devem ser os cavaleiros e o cavalo está levando-os para algum lugar que melhor lhe pareça, quer para a assim chamada negatividade ou positividade - significa a agressividade.
É o cavalo que está levando vocês, não são vocês que estão levando o cavalo. Que tipo de cavaleiro é esse? E o cavalo é como um pêndulo e vocês são levados por ele. E quando vocês se identificam com o cavalo,  pensam: 'O que fazer? Está acontecendo. 

Vocês podem controlá-lo. Vocês têm que dizer a si mesmos, dizer às suas mentes para se comportarem. Senão vocês não podem ir muito fundo na Sahaja Yoga. Vocês têm que ir muito mais profundamente. Se vocês estão preocupados com superficialidades,  não podem se aprofundar.

As raízes estão no coração e no espírito:
Lá no fundo está a Verdade. Lá reside toda a alegria. Todos os sonhos, todas as vitórias têm suas raízes lá no fundo. Descubram suas raizes: onde estão elas? Elas estão todas embutidas em seu coração e no seu espírito, e não nas coisas superficiais onde suas mentes estão se movendo com o vento, aqui e ali, apenas como uma folha morta. "