Pesquisar neste blog

14 de fevereiro de 2019

Ressurreição é a mensagem para todos nós.


Na história da espiritualidade, é um dos dias mais importantes, quando constatamos que Cristo ressuscitou. É muito significativo e simbólico que na Sahaja Yoga, também, o que nós temos feito é ressuscitar para a vida. Isso deve ser compreendido: a ressurreição é a mensagem para todos nós, para o mundo inteiro. Nós temos de nos ressuscitar. Não havia nenhuma necessidade de Jesus fazer aquilo. Mas Ele era um modelo, o modelo de um santo, o modelo de uma alma realizada, o modelo de uma pessoa que veio dos céus para nos salvar. Assim, essa ressurreição é também parte integrante de nossas vidas. Isso é tão simbólico, tão simbólico, que nós éramos, em nossa consciência, pessoas perdidas. Nós não tínhamos nenhum controle sobre nós mesmos no que se refere a saber o caminho que nossa mente nos dizia para seguir. Nós não tínhamos nenhum equilíbrio na mente e no nosso ser físico, nenhum equilíbrio de qualquer tipo na vida, e seguíamos a esmo qualquer que fosse o caminho que achávamos que era bom. 

Não havia nenhuma sabedoria em relação a isso. Na realidade, Jesus era a Encarnação de Shri Ganesha. Foi uma tarefa muito difícil que Ele executou. Ele costumava convencer as pessoas que eram totalmente ignorantes sobre a espiritualidade, que apenas sabiam sobre dinheiro e nada mais. Ele veio naquela época em que as pessoas não tinham nenhuma ideia sobre espiritualidade, de forma alguma, de forma alguma. Mas de alguma modo, tudo funcionou de uma maneira tão bela que as pessoas começaram a compreender que Ele comunicou que a ressurreição é o ponto importante. Ele sabia que quando a ressurreição acontece, a Kundalini se eleva e o conecta ao Poder Divino, que é Onipresente. Então você começa a compreender que há uma vida além da vida que você criou. Há um outro tipo de vida, um tipo de vida mais elevado que o conecta ao Poder Divino. E então este Poder Divino lhes dá a Verdade Absoluta. 

Se você crescer cada vez mais, você conhecerá a Verdade Absoluta, porque até agora você não conhece. Então nós temos feito coisas erradas, feito da forma errada, ficando perdidos. Também escutando pessoas que estavam apenas se gabando e que estavam dizendo que conheciam a Verdade. Mas quando você próprio descobre a Verdade, você é uma pessoa diferente. Sua descoberta é tão inata e tão real que você descarta tudo que é irreal. Muito facilmente você pode descartar isso e não acha difícil se livrar disso.

24 de janeiro de 2019

Como podemos fazer com que nossa atenção se mova para dentro?

Naturalmente, os seres humanos têm uma capacidade especial para distorcer tudo. Para eles, o Espírito poderia ser um livro, poderia ser algumas palavras, poderia ser uma organização, uma igreja ou algum tipo de coisa que eles fizeram. Mas o que quer que seja feito pelo homem não é o Espírito, essa é a clara declaração de Cristo, que as pessoas queriam evitar e iniciar suas próprias organizações, suas próprias ideias e criaram uma coisa muito mítica em Seu nome. E agora chegou a hora de ser destruído.

(Foto: @SY:WAY)
Isso vem acontecendo há milhares de anos, capturou tantas pessoas inocentes e as pessoas estão nela. Mas quando você é ressuscitado e se torna uma alma realizada, é preciso entender que agora seu movimento é para dentro, você está se movendo em direção às suas raízes e não para fora. Então, qualquer que tenha sido o esforço antes da Realização tem que ser mudado, a direção tem que ser mudada, e na maioria das vezes nós perdemos este ponto.

Esta é a coisa, hoje, que estou tentando explicar a vocês, que até agora, para uma mente humana, o entretenimento era importante; o entretenimento. Para a mente, não para o Espírito. Entretenimento para o Espírito é absolutamente oposto ao entretenimento para a mente.

Como alguém no outro dia telefonou para Mim e disse: “Mãe, não há excitação na Sahaja Yoga.” (risos) A excitação é demais. Nós estamos indo contra isso. Estamos indo em direção à paz, não em direção à excitação e a esse tipo de choques elétricos que precisamos sempre. Veja, um bêbado. Ele está bem de manhã, mas à noite ele fica “desligado”, ele precisa de um choque, uma espécie de injeção em seu corpo. Todas os empreendimentos humanos têm sido assim. Eles são para excitar seu corpo. Porque se é com o que é morto que você está lidando, então você tem que excitá-lo. Mas algo que é vivo, que é eterno, você tem que aproveitar e não excitá-lo.

Então a direção tem que ser [uma completa] justaposição, e é aí que muitos sahaja yogis não conseguem entender. Como fazemos isso? É o ponto. Como podemos fazer com que nossa atenção se mova para dentro, em vez de ir para fora? Se você começa a partir do momento em que nasce de novo, é muito mais fácil porque entra em um novo empreendimento. Essa é a paz, a paz de seu Espírito, a alegria de seu Espírito, que é permanente, você não não precisa de nenhum estímulo, é permanente, é eterno.

Então, a primeira coisa que vem à nossa mente é: o que quer que estávamos fazendo antes da Realização, não vamos fazer. A primeira e mais importante coisa é que a Realização chega a você sem esforço. Então, o esforço que existe em seu corpo todo o tempo, a energia do esforço, "Eu devo fazer isso, eu devo fazer isso, eu tenho que fazer isso, eu tenho que fazer isso!" Isso cria tensão, como Eu já disse a você. Então, o que fazemos? Nós não tentamos competir com os outros. Nós não tentamos consertar certos horários, datas, relógios. Nós também não colocamos nossa atenção em qualquer empreendimento que nos coloque em esforço, mas relaxamos essa atitude de esforço. É chamado como, em sânscrito, prayatna shaithilya. Para uma mente ocidental é muito difícil alcançar o assunto, então tente entender.

Isso não significa letargia, não significa letargia. Nunca se deve confundir a energia viva com a coisa morta.

Agora estamos tentando transformar nossas energias em direção à energia do Espírito. Então você tem que permitir que o Espírito assuma. Seu esforço mental deve ser reduzido e a energia do Espírito deve operar através de você.

Shri Mataji Nirmala Devi, em Londres, Reino Unido, 22 de Abril de /1984.

11 de janeiro de 2019

Oito defeitos inerentes na Kundalini

"Pessoas excelentes são muito poucas. Elas nascem realizadas. Eu não tenho muito problemas com elas. Mas é preciso lidar com as pessoas que estão no centro. Elas se orientam para o bem, mas têm algo pendurado nelas que não é muito bom.

Então, para essas pessoas existem defeitos inerentes na Kundalini que devemos entender.

O primeiro deles é má saúde, má saúde física. Deve-se saber que a saúde é uma coisa muito importante. Porque esse corpo é o templo de Deus. Não diga sempre: "Mãe, me cure, me cure". Apenas diga: "Mãe Por favor, me mantenha na vida espiritual". Você será curado automaticamente.

O segundo obstáculo é o Akar manyata. Significa uma pessoa não quer realizar isso (a Sahaja Yoga).

Terceiro é Sanshya, que é a dúvida.

Quarto é Pramad. É aquele pelo qual continuamos vacilando, falhando o tempo todo.

Quinto é Bhram-darshan, a alucinação.

Sexto é Vishya-Chitta, no qual a atenção é atraída por objetos de suas identificações anteriores, por onde sua atenção tem estado.

Sétimo, as pessoas têm possessões e recebem "idéias".

Oitavo, a pessoa começa a duvidar. Principalmente aqueles que visitaram falsos gurus ou lugares errados.

A humildade é a única maneira de saber que existe um oceano, antes de você ter entrado no barco, certo? Mas você tem que aprender muito. E você ainda precisa estar atento a sua atenção, ao seu Chitta, a sua consciência. "

(Shri Mataji Nirmala Devi, Caxton Hall, em Londres, 10 de dezembro de 1979)
(Foto: @emmavanengel3n, @syway)

4 de janeiro de 2019

Quem é um Sahaja Yogi?



Cada momento é com um Ano Novo para um Sahaja Yogi porque ele vive no presente, nem no futuro nem no passado. Para ele, cada momento é um Ano Novo, uma nova onda de alegria (Umang), uma nova onda. 

Assim como alguém que, enquanto está nadando no oceano do amor, é amorosamente empurrado a cada momento pelo amor ao redor, assim também todo Sahaja Yogi deve viver em completa alegria (Anand), amor (Prem), paz (Shanti) e alegria prazerosa (Alhad). A questão é saber se aprendemos a nadar assim?

Só deve ser chamado de Sahaja Yogi aquele que alcançou completa satisfação e tranquilidade (Samadhan) e seu desejo puro foi realizado. Ele deve agora desfrutar da suprema e única felicidade de sua imensa capacidade de dar isso aos outro.

 (Shri Mataji Nirmala Devi, Puja de Ano Novo, 03/01/1984, Nova Delhi)

Mantenham essas luzes acesas!


(...)É parte de vocês, o Si é de vocês mesmos, o Espírito é de vocês mesmos. Mas adotar o Si é difícil. São apenas os seus desejos, Eu creio, que estão sendo realizados. E foi dessa maneira que vocês obtiveram a sua Realização do Si. Isso não pode ser forçado, como vocês sabem muito bem. Tem que funcionar apenas com o seu desejo, apenas com a sua entrega. Não adianta falar sobre isso, não adianta tentar convencer (as pessoas) disso, o que funciona é o seu desejo, simples assim . 

O poder do seu desejo no seu interior faz isso funcionar. Existem muitos que não estão aqui, que tiveram a sua Realização no mundo inteiro. Eu Me lembro de todos eles e todos vocês devem se lembrar deles. Hoje é um bonito dia, quando nós podemos pensar em todos aqueles que foram iluminados neste mundo. Este é o verdadeiro Diwali, a iluminação dos seres humanos. Não é uma vela, não é uma lâmpada, são os seres humanos. Se todos eles forem iluminados, então não haverá mais nenhum problema. Os problemas acontecem com as pessoas que não são iluminadas. Porque elas estão na escuridão, elas estão caminhando na escuridão e algumas delas também não sabem que elas são completamente ignorantes a respeito da realidade. 

Quando você vem para a Sahaja Yoga e ilumina a si mesmo, você vê naquela luz, naquela luz, para começar, o que é bom e o que é mau. E então, você cresce dentro dela de forma bela, assim como essas flores que estão felizes o tempo todo, todo o tempo lhes dando felicidade. Da mesma forma, quando você está iluminado com essa luz, você não procura mais nada. Você obteve tudo dentro de você mesmo. Mantenham essas luzes acesas! Mas uma outra coisa que você pode fazer é iluminar outras pessoas com a sua luz. Como o que nós fizemos aqui, nós iluminamos uma vela e com ela nós iluminamos todas as outras. Todos vocês podem fazer isso porque vocês obtiveram essa luz dentro de vocês. Com essa luz vocês podem iluminar os outros e eles podem sentir a felicidade do Espírito deles. 

É algo que deve ser percebido agora, da mesma maneira como essas tantas luzes que vocês colocaram (aqui). Da mesma forma, vocês são as luzes para o mundo inteiro. Não é suficiente que vocês tenham recebido a luz, mas vocês também devem dar essa luz aos outros, vocês devem iluminar os outros, exatamente como essas velas. Quando vocês começarem a fazer isso, vocês perceberão o que vocês obtiveram. E então, vocês respeitarão a si mesmos. E vocês se comportarão da maneira como se comporta um santo, ou um sábio, sem proclamar nada. Dentro do seu ser, vocês simplesmente desenvolvem esse temperamento extremamente belo, que dá felicidade. Vocês não querem transmitir nenhuma falsa ideia a respeito de si mesmos. Porque, o que quer que seja a verdade, está com vocês. Não há necessidade de dizer alguma coisa que não seja verdadeira a respeito de si mesmos. 

As pessoas perceberão que vocês são almas realizadas, elas simplesmente sentirão a sua natureza sutil, a sua realidade. Quer vocês venham da Índia, ou venham da Inglaterra, ou dos Estados Unidos da América, vocês todos possuem aquele oceano de amor e de conhecimento dentro de vocês. Estejam certos de que tudo isso está lá e primeiramente desfrutem do seu próprio oceano de amor. Primeiramente você desfruta disso e, então, você pode desfrutá-lo também com os outros. Eu não tenho que lhes dizer “Amem-se uns aos outros”, ou algo assim. Vocês simplesmente amam, vocês simplesmente compreendem, vocês simplesmente espalham a sua luz entre vocês mesmos. Algumas vezes você fica frustrado com as pessoas do seu país, talvez da sua cidade ou da sua aldeia, as pessoas que ainda não estão iluminadas. Mas a melhor coisa é trabalhar nisso, vocês têm que desenvolver isso. Vocês sabem, Eu tive no início uma senhora, uma senhora muito idosa, que recebeu a sua Realização de Mim. E agora, vocês estão todos aqui. 

Da mesma maneira, vocês todos podem fazer o trabalho da Realização. Para isso vocês não precisam fazer nenhum cálculo, vocês não precisam de nenhuma ação de graças, é algo que simplesmente está lá e funciona. O que você faz para obter a luz? Observe. Você simplesmente coloca algo próximo da vela e obtém luz. Da mesma maneira, a sua iluminação é tal que dará luz a milhares e milhares de pessoas no mundo inteiro. Como vocês sabem, existem muitos países os quais nós ainda precisamos abordar. Mas nós faremos isso. Simplesmente (os) localizem e descubram aonde vocês devem ir e aonde vocês devem trabalhar. Primeiramente, vocês são capazes de dar a Realização, vocês o são. Tenham confiança de que vocês podem dar a Realização às pessoas. Para isso você não precisa de nenhuma ajuda, uma única pessoa pode fazer isso, milhares podem fazer isso. É muito importante para o Diwali do mundo inteiro que nós possamos dar a Realização às pessoas, muito importante.

19 de dezembro de 2018

​Aviso para aqueles que estão se tornando gurus


Assim, um Guru, que é responsável por levar os outros à iluminação, tem que saber que seu poder deve ser usado como um poder virgem de poder puro. Um Guru não pode usar esse poder de uma maneira que uma pessoa comum possa usar. Então, seu relacionamento com seus discípulos, sejam meninos ou meninas, tem que ser absolutamente puro. A pureza deve ser de tal nível que um Guru não deve aceitar nada que pertence ao discípulo. Sobre isso muitas coisas foram escritas por muitos santos, especialmente em Maharashtra, também Kabir Das e Nanaka têm claramente falado contra as pessoas que têm relações com seus Shishyas, os discípulos, seja com ganância ou com luxúria. Eles os chamam de rakshasas (demônios). Da mesma forma que as pessoas que são hoje, suponham que sejam os líderes, os Gurus na Sahaja Yoga, eles têm que lembrar que o relacionamento deles com seus discípulos tem que ser de completa pureza e virgindade.

Antigamente, não fazia mal que as pessoas não soubessem das punições que podem recair sobre tal pessoa que usa seu poder como guru para sua própria satisfação. A punição que pode acontecer naqueles dias do juízo final pode ser muito séria e como Mãe eu tenho que advertir todos vocês. Aqueles que iniciaram seus centros ou aqueles que estão se tornando Gurus como líderes têm que ter uma mente muito desapegada e uma compreensão clara dentro de si. Você não pode usar dinheiro de forma errada. Você não pode apropriar-se indevidamente de dinheiro, não pode usar nada do que pertence ao coletivo para seu próprio propósito, nem pode usar ninguém para a satisfação de sua luxúria. Se você tem alguma dessas fraquezas, é melhor sair da Sahaja Yoga por enquanto e voltar quando estiver em melhor situação.

Não há lugar na Sahaja Yoga para pessoas impuras. A pureza deve ser adorada de ponta a ponta. Como dizemos, no Ocidente o pecado é contra a Mãe. As pessoas não valorizam sua castidade. Mas no Oriente, especialmente na Índia, as pessoas não sabem que precisam ser absolutamente honestas no que diz respeito ao dinheiro (pecado contra o Pai). Elas caem em armadilhas, em tentações e então recebem uma punição muito severa, não através de Mim, mas através da ira de Deus Todo-poderoso, porque este é o trabalho de Deus que você está fazendo. E o pior pode ser que procuramos poder. Se não essas duas coisas, buscamos poder na Sahaja Yoga. Para eles, ela se torna como seu próprio domínio e eles começam a usar seu poder sobre os outros. Isso não pode ser possível. Não vai dar certo. Aqueles que tentarem dominar os outros apenas pela satisfação ou por seu próprio ego sofrerão muito.

(H. H. Shri Mataji Nirmala Devi, palestra aos yogis, Ganapatipule, Índia, 8 de janeiro de 1987)

12 de dezembro de 2018

Dedique-se a vida espiritual

Você pode pertencer às famílias reais, ou talvez ser uma pessoa pobre, há sempre problemas afrontando você. Mas Cristo mostrou através de Sua vida que embora Ele tivesse sofrido tanto, Ele era tão paciente e corajoso. Sua vida nos deu um exemplo: o que devemos ser, como nós devemos nos comportar quando estamos enfrentando problemas por causa da ignorância das pessoas. Mas hoje é um dia feliz porque é a Sua data de nascimento e todos nós estamos celebrando porque Ele nos mostrou um novo caminho da espiritualidade, no qual a pessoa tem de sofrer. Por causa da ignorância de muitos que estavam lá, Ele sofreu muito. Mas hoje não é tão ruim, as pessoas entendem a espiritualidade e a divindade. E vocês são tantos juntos agora. Nesses sofrimentos, Cristo nunca chorou ou se lamentou. Ele passou por aquilo de uma maneira muito resoluta. Portanto, o que temos de aprender a partir de Sua vida é que nós não devemos ter medo. Seja o que for que possa nos acontecer, nós não devemos ter medo. Mas os tempos mudaram e as pessoas não torturam ninguém por causa de sua espiritualidade. Isso não existe, acabou-se. Cristo erradicou tudo isso das mentes humanas, e as pessoas respeitam você por ser espiritual. Essa é a mensagem da vida de Cristo, e todos nós devemos ser muito felizes, pois Ele expôs para nós esse caminho da ignorância. 

A mensagem da Sahaja Yoga é a mesma: alcance sua Realização, dedique-se à sua vida espiritual, e tudo dará certo, porque todos as forças divinas estão com você. Elas estão trabalhando tudo para vocês e vocês são tantos que podem dizer que testemunharam isso. Assim, esse tipo de vida que Cristo teve, você não tem de passar, Ele fez isso por nós. Sua vida será muito, muito segura e cheia de paz e alegria. Isso acontece sem Eu lhes falar, vocês devem ter a experiência. Atualmente há também pessoas muito cruéis, muito absurdas e extremamente agressivas, mas ainda assim, ninguém pode feri-lo. A vida se tornou muito diferente. E agradecemos a Cristo por Ele ter passado por tudo aquilo para nos salvar dessas provações. (...)Hoje é o aniversário de Cristo e estamos celebrando Seu aniversário com grande alegria. E nós também sabemos que Jesus Cristo assumiu muitos esforços, e nós não temos tantos esforços como Ele teve. Mas, o quanto Jesus Cristo sofreu, nós sabemos. Mas nós não temos esse tipo de esforço, porque toda a comunidade humana mudou. E nessa comunidade humana mudada, a vida espiritual é muito, muito importante. 

A partir dessa vida espiritual, muitos obstáculos têm sido removidos, a partir disso, nós podemos resolver nossos problemas físicos, podemos resolver nossos problemas mentais, podemos resolver nossos problemas domésticos, podemos resolver os problemas do mundo inteiro. Dessa forma, a vida de toda a humanidade pode ser transformada em uma vida espiritual. Isto é muito importante para nós sabermos: e em uma mão, houve Jesus Cristo, que ganhou muito em espiritualidade, e em outra mão, nós ganhamos uma pequena parte da espiritualidade, e por causa de nós, o mundo está se tornando silencioso. Muitos problemas estão sendo resolvidos e a humanidade compreendeu que é muito importante adotar a vida espiritual. Esse tipo de mudança acontece por causa de vocês, Eu sozinha não posso fazer nada. Eu estou na mesma situação que Jesus. Até que ponto Eu posso atuar? Agora há muitas pessoas. Agora nós podemos ver como o mundo inteiro tem mudado. Por causa de vocês, os problemas estão sendo resolvidos, muitas mudanças têm acontecido. Muitas mudanças estão vindo, não somente para uma pessoa, mas para milhares, para o mundo inteiro, na comunidade inteira, as mudanças estão chegando. Essas coisas, todos vocês estão fazendo, o que é muito importante. Agora, vou falar em Marathi. A vida de Cristo foi muito triste. Mas Ele fez todos os tipos de coisas com amor, porque Ele era uma alma muito grandiosa, um tipo de pessoa assim não sente nenhum tipo de tristeza. Nessa maneira, nós adotamos a vida espiritual, e agora, nós temos de propiciar a vida espiritual a todo mundo. As pessoas estão observando nossas vidas e estão impressionadas ao ver como somos felizes.

20 de novembro de 2018

Qual é o problema?



Aquele que não tem nenhum poder para suportar e fica dizendo "eu não aguento, eu não gosto". Uma pessoa assim é inútil para esta Terra e, às vezes, Eu sinto: "Por que Deus as criou?" É uma dor de cabeça ter uma pessoa em sua volta falando: "Eu não consigo comer isso, eu não gosto disso." Então, porque você está aqui? Ninguém gosta de você também. Ninguém gosta de uma pessoa assim e é por isso que essa pessoa está sempre falando:"eu não gosto disso, eu não gosto daquilo." Assim, o poder de uma pessoa está em suportar as coisas.

Quanto você pode suportar? Quanto você pode aguentar sem sentir isso? Por exemplo, você está, digamos, em uma selva e está feliz; se você está em um palácio, você está feliz; se está com esta ou aquela cor, se está com esta ou aquela raça, se está com este ou aquele tipo de vida, você pode suportar isso.

E esse poder de suportar lhes dá o mérito, o mérito de ter a Sahaja Yoga. Isso não é algo para ser mostrado, não é para ser sofrido, não tem que dizer: “eu sofro estando assim.” Não, você não sofre. É apenas passageiro. Para uma pessoa que quer todos os confortos, uma pessoa que quer viver com todos os luxos, sem nenhum tipo de defeito ou deficiência, essa pessoa é um mendigo, Eu diria, em todo o sentido da palavra. Quero dizer, a melhor coisa para se livrar dos problemas é não tê-los, no seguinte sentido: “Agora, Eu não dirijo, então não tenho nenhum problema de dirigir. Eu não tenho (telefone), Eu nunca telefono,” “então não tenho problemas com telefones.  ”Eu não vou aos bancos, assim não tenho problemas com os bancos.” O melhor é: “Eu não tenho nenhuma renda, portanto não tenho nenhum problema de imposto de renda.” O que quer que o aborreça, simplesmente não tenha isso. Por que você quer ter isso? Ter e depois se aborrecer com isso?

Isso parece muito estranho que você possa livrar-se de qualquer coisa que o aborreça muito facilmente neste mundo. Assim você não necessita ter esse tipo de coisa em sua cabeça. Mas quando existe a palavra problema, especialmente na Comunidade Europeia, ela é uma palavra muito comum, mas na língua inglesa, nós nunca a aprendemos. Vejam, essa palavra somente era usado quando estudávamos geometria, problema de geometria, mas nós nunca soubemos que há um problema na vida. Mais tarde, quando Eu entrei em contato com a Comunidade Europeia, eles diziam: “Não há problema.” “Este é o problema.” Pelo menos cem vezes em um dia eles dizem a palavra problema. Assim, para um problema, a solução é não ter aquilo que lhe causa o problema. Você pode renunciar a tudo. Qualquer coisa que você queira, você pode abrir mão, se você souber como desapegar-se daquilo. Muitas pessoas vem e Me dizem: “Mãe nós temos ego, esse é o problema.” Eu disse: “Então desistam dele!” Quero dizer, é simples, por que vocês o têm? Como se eles quisessem dizer: “Nós temos problemas com isso, mas ainda estamos agarrados a isso.” Como, por exemplo: “Nós temos medo de crocodilo, mas queremos colocar o nosso pé na boca dele. E nós temos um problema: o nosso pé será comido pelo crocodilo”.

Agora, desistam disso. Mas eles procurarão um crocodilo, abrirão a sua boca , colocarão o pé dentro dele e depois virão a Mim e dirão: "Mãe, nós temos um problema, meu pé está na boca do crocodilo." Para começar a ter problemas, vocês têm de arranjá-los. Mas, sem arranjar um  como você o terá? Digamos, por exemplo, as pessoas têm problemas muito bobos, estúpidos.

Agora, o primeiro problema de alguém pode ser: “Oh! Eu tenho de passar minhas roupas.” Qual é a necessidade? Nenhum problema, use-as como elas estão. Quem vê isso? Veja você, todas as pessoas têm roupas passadas. Não importa o que existe. Se não está passada, é um problema deles. Coisas bobas assim, você verá coisas muito bobas. Mas, Eu acho que o maior problema que vocês têm é o seu relógio. Na Suíça, Eu não deveria dizer isso. Vejam, o problema é assim: “Agora, você tem de ir para o aeroporto.” Assim que você diz isso para alguém que temos de ir para o aeroporto – agora, Eu tenho que ir, você não tem – todo mundo fica pulando, como se estivessem em um trampolim. Veja você, todos eles pulando deste jeito. “Qual é o problema? Mãe, Você tem de ir para o aeroporto. Tudo bem, Eu tenho de ir. O que há de errado com você? É um problema.” Eu digo: “Qual?” “Eu tenho de ir. Vocês sabem que não têm de ir e não têm de vir para o aeroporto. E o avião, se ele chegar e não Me levar, Eu não voltarei nas suas casas, Eu ficarei em um hotel. Não se preocupem. Mas, por que estão tão agitados com isso?”


16 de novembro de 2018

Um problema tipicamente humano


Na época de Cristo, eles tinham tipos muito diferentes de pessoas. Ou eles estavam interessados na espiritualidade ou não. Agora nós temos pessoas aqui que estão interessadas na espiritualidade, mas eles ainda estão com uma perna dentro da água (na ilusão). Onde os problemas de antigas gerações ainda existem. E essa e a ruína do nosso país. Nós não conseguimos nos unir; nós não conseguimos ser amigos uns dos outros. É claro, não na Sahaja Yoga, Eu devo dizer, isso tem sido resolvido muito bem. Mas se vocês observarem, mesmo na época de Cristo, Ele tinha problemas com Seus discípulos. Especialmente algo aconteceu com Pedro. E Ele é aquele que diz: "um Satã irá encontrar-se com você."

Porque Eu acho que as pessoas caem no grupo das forças satânicas. E Ele disse que Ele removeu os demônios satânicos de muitas pessoas e os colocou nos porcos. Isso é verdade. Há uma força satânica que está trabalhando muito fortemente. Quanto mais nós desenvolvemos a segurança da espiritualidade, mais eles se desenvolverão. A força satânica está numa forma diferente no Ocidente e numa forma diferente no Oriente. Mas Eu gostaria de dizer a eles para tomarem cuidado com o modo de descobrir as forças satânicas no Ocidente. 

Vocês podem não ser afetados por isso porque vocês são almas realizadas, mas vocês terão de combater isso. Vocês terão de combater isso. Por exemplo, o racismo. O racismo ainda é muito poderoso, muito, muito poderoso. E vocês têm de combater o racismo através do casamento de pessoas que pertencem a outras raças. (..) 

Mas nós temos um outro tipo, é apenas um problema tipicamente humano, que é o ser humano discriminar através do ego, Eu devo dizer, Cristo tentou lutar contra o ego de vocês. Ele nasceu em uma família muito humilde e Ele não era um homem de pele branca, não. Na linguagem de vocês, Ele era moreno, mas na linguagem indiana, Ele era negro. Mas quando se trata de espiritualidade, você só vê a pessoa iluminada. Você não vê que cor de pele eles têm. Isso é muito, muito superficial. Mas esse é um dos inimigos da vida Ocidental, Eu acho, que deve ser vencido. 

Materialismo é um outro inimigo. Mas o pior de todos, que é contra Cristo, é a imoralidade. A imoralidade é muito aceita no Ocidente. Todos os tipos de comportamento imoral são aceitos. Como por exemplo, eles dizem que todas essas pessoas imorais dizem: “Vote em alguém”(um homem luxurioso) , e ele se torna presidente dos Estados Unidos. Então tudo bem, não importa, todos os tipos de imoralidade são permitidos. Mas isso é totalmente contra Cristo. Totalmente. As pessoas não entendem que a imoralidade as levará a um reino que Eu não sei do que chamar, porque ele é ainda pior do que o reino animal. 

E eles são tão imorais, eles dão ouvidos a pessoas como Freud, como se eles não tivessem nenhuma inteligência, eles não tem nenhum Espírito para reparar em um homem assim. Somente depois da Sahaja Yoga, você pode ter o modelo de vida de Cristo. Qualquer que seja o passado está terminado e acabado. Hoje, agora, vocês são almas realizadas e a moralidade é a força de vocês. Esqueçam o passado, e Eu tenho certeza que vocês podem conseguir muito mais pessoas para virem para dentro da filosofia da Sahaja Yoga, se vocês levarem uma vida muito, muito moral.