Pesquisar neste blog

22 de agosto de 2019

Ataques à Mãe Terra

Agosto/2019
"Quando nós falamos de materialismo, nós estamos agindo contra a nossa Mãe Terra. Ao invés de aprendermos a partir das qualidades mais sutis Dela, nós estamos tentando explorá-La, escavá-La, usá-La para nossos motivos egoístas. O que Ela faz para nós? Ela cria esses belos frutos para vocês comerem. Ela cria belas árvores para vocês fazerem móveis, para fazerem belas casas. Ela lhes dá a grama verde para acalmar seus nervos. Ela contém tantos rios e tantos oceanos enormes em Seu Ser. Ela é sempre maior do que o maior dos oceanos. Algo tão grandioso como Ela é, e o que nós fazemos a Ela é explorá-La completamente, indiscriminadamente. Então as reações se manifestam.

O belo ciclo da natureza é quebrado pela nossa atitude agressiva e totalmente imprudente. Então esta Mãe Terra, Ela própria não faz nada assim, não muito. Mas então o éter começa a atuar e vocês têm problemas, o que nós chamamos de chuvas ácidas, plásticos, todos os tipos de problemas que surgem como resultado dessa criação imprudente. Quando nós começamos a produzir máquinas; sem nenhum equilíbrio, nós começamos a produzir máquinas, exatamente como loucos. Como resultado disso, agora nós nos tornamos escravos das máquinas. Nós não conseguimos fazer nada com nossas próprias mãos. Por causa das máquinas, as pessoas ficaram desempregadas. Como Eu disse muitas vezes, as máquinas são para nos servir, não estamos aqui para servir às máquinas. Mas hoje, a situação é muito diferente. Nós estamos completamente nas mãos da máquinas.

Dezembro/2017
Novamente o mesmo comportamento imprudente, novamente os mesmos desequilíbrios. A Mãe Terra nos ensina o equilíbrio. Se Ela não estivesse em equilíbrio, nós todos estaríamos mortos. Ela nos ensina a gravidade. Ela nos ensina como sermos cativantes para uma outra pessoa sem que a outra pessoa saiba disso, sinta isso. Sem escravidão, sem hipnose, sem obrigação, atrair e doar sem expectativas. Sem nenhuma expectativa, Ela nos doa, quer A respeitemos ou não; quer tratemos Dela ou não, ou doemos para Ela. Mas quando Ela fica muito aborrecida, como em – vocês ouviram que no México, Ela entrou em erupção. Vocês sabem o que estava acontecendo no México, Eu estava lhes dizendo há muito tempo atrás, que eles estão usando todos os tipos de magia negra, eles estão produzindo todos os tipos de drogas. A Colômbia está fazendo o mesmo.

E se vocês fizerem todas essas coisas para prejudicar as pessoas, então Ela entra em condições vulcânicas, e então um vulcão começa a entrar em erupção. Como vocês sabem, Los Angeles e todos esses lugares na costa ocidental da América ainda estão sob o risco de vulcões. Todos os tipos de gurus têm ido e se estabelecido lá, todos os tipos de magia negra estão em ação. Existe feitiçaria que é oficialmente reconhecida. Eles são oficialmente registrados. Ninguém se importa em fazer alguma coisa, porque eles dizem que vocês têm a liberdade humana para fazer todos os tipos de coisas demoníacas. Sob o nome de liberdade humana, eles estão fazendo todos os tipos de coisas horríveis. Como resultado disso, a Mãe faz uma pausa. É sempre uma pausa coletiva. É sempre uma pausa coletiva, por favor lembrem-se disso."


4 de julho de 2019

A Três Peneiras

Um homem foi ao encontro de Sócrates levando ao filósofo uma informação que julgava de seu interesse:
H - Quero contar ao senhor uma coisa a respeito de um amigo seu!
Mas, observando disse Sócrate:
S - Antes de contar-me, quero saber se você passou essa informação pelas três peneiras.
H - Três peneiras? O que são elas?
S - Você deve peneirar tudo aquilo que quer falar. São três peneiras. A primeira é a VERDADE. Você tem certeza de que isso que quer me dizer é verdade?
H - Bem, eu ouvi outros contarem. Não sei realmente, mas há grande chance de ser verdade.
S - Pode ser. Mas, vamos à segunda peneira: a BONDADE. O que vai me contar é realmente bom para mim e para todos, ou não?
H - Exatamente bom não é, mas é muito necessário que o senhor saiba.
S - Ainda assim, precisamos de passar pela terceira peneira, a da UTILIDADE. Você acha que é útil o que vai me contar a respeito do meu amigo?
H - Útil? Sinceramente, não.
S - Então, se o que quer me contar você não tem certeza que é verdadeiro, não produz a bondade, nem é útil, então é melhor não contar para ninguém!

18 de junho de 2019

Você deve assumir o estado de testemunha.

Um outro lado que Eu deixei passar foi o lado político, no canal direito. Mesmo na política, o crescimento se torna cada vez mais sutil.

© @SY-WAY
Como, por exemplo, na Rússia, quando ela era uma coisa tão orientada ao poder. Não é orientada ao dinheiro. O comunismo era muito orientado ao poder, isso chegou a uma situação em que uma pessoa como Gorbachev tinha de nascer, que colocaria isso em um sentido apropriado, e ele veio em um caminho central. Ele não quis a democracia completa como é nos EUA, aquilo é uma “demonocracia”, mas ele queria uma coisa equilibrada. Até agora, ele não foi capaz de lidar com isso, mas Eu tenho certeza que um dia ele conseguirá lidar, mas ele será conhecido no mundo inteiro pelo seu grande, grande pensamento e grande trabalho de reduzir a pressão entre as duas grandes, ou digamos, entre as duas ideologias. E ele fez uma coisa tão boa que agora não há nenhuma guerra, não vai haver nenhuma guerra, quero dizer, não uma guerra mundial muito grande, mas poderia haver um pouco aqui e ali.

Isso também está surgindo, o qual é um problema do fundamentalismo, não é devido à política, mas sim ao fundamentalismo. Portanto, agora, o problema atual é o fundamentalismo e isso também vem do canal direito, totalmente. Os fundamentalistas são todos pessoas de canal direito e essa coisa de canal direito os levam a qualquer extremo da violência, poderia ser, ou em alguns casos, isso é realmente loucura e insanidade.

Mas uma nova doença começou agora naqueles que vão demasiado para o canal direito, é chamada de “doença dos yuppies”, no qual toda a mente consciente não funciona e você se torna como um réptil. Eu vi pessoas sendo carregadas nos ombros como peixes grandes e colocadas em uma cadeira e elas simplesmente sabem tudo através do cérebro, tudo bem. Elas entendem tudo, elas conseguem falar bem, mas não conseguem mover suas mãos, não conseguem mover seus pés, se elas quiserem.
Inconscientemente, elas talvez possam, mas conscientemente elas não conseguem, e essa doença é um aviso a todo mundo.

Assim, nós temos de ter cuidado na Sahaja Yoga também, nós não devemos ir demasiadamente para o canal direito, é também muito perigoso, ou algumas pessoas se tornam muito fanáticas e começam a ensinar a Sahaja Yoga de uma maneira muito fanática, e meio que, vejam, fazem um… Eu não sei do que chamar isso. Mas, às vezes, Eu vejo algumas pessoas falando de uma maneira que nunca se deveria falar, porque somos Sahaja Yogis.

A coisa principal é o amor, a compaixão, que é uma energia viva e deve ser feito tudo com essa energia, que é uma bela energia viva que cria estas flores, que faz todos os tipos de belas coisas construtivas. Não deve ser na forma de uma opressão, dominação ou em nenhum tipo de comando: “Você não deve fazer assim”, e [fazendo uma] organização, nada do tipo. É algo tão espontâneo, tão belo, simplesmente funciona.

Mas assim como estas árvores têm de estar incrustadas na Mãe Terra, da mesma maneira, vocês devem estar incrustados no princípio da Sahaja Yoga, que é a compaixão, o amor e a Graça Divina. Se isso não estiver presente, então vocês terão problemas com a liderança e terão [outros] problemas. Qualquer um que seja uma pessoa violenta não pode ficar na Sahaja Yoga, ele tem de desaparecer. Ou ele deve se transformar inteiramente ou ele tem de desaparecer. Ela não dá certo com pessoas que são violentas.

Então temos de entender que você pode estar em qualquer posição, você pode estar em qualquer lugar, você pode ser uma pessoa muito pobre, você pode ser muito rico, mas não faz nenhuma diferença para um Sahaja Yogi. A melhor coisa para julgar a si mesmo toda vez que estivermos fazendo algo a alguém ou dizendo qualquer coisa, isso é benévolo ou é violento? Isso é para nossa auto propagação? Ou auto… Ou é um princípio do tipo: “sou moralmente superior a você”? Ou é para a benevolência dos outros? Uma vez que você comece julgando desse jeito, você ficará impressionado ao ver que todo o seu sistema mudará, sua maneira de falar, sua maneira de trabalhar isso. Por exemplo, hoje havia uma mulher que não Me permitiu falar de forma alguma. Ela ficava falando o tempo todo sobre algo que não era importante. Mas ainda assim, Eu estava trabalhando aquilo, porque Eu sabia que não havia nenhuma necessidade de falar, com esse senhor, Eu consigo trabalhar isso. Portanto, é sempre assim: você deve tentar ver a coisa toda… como um peça inteira e assumir um – [Marathi] um estado de testemunha.

Em um estado de testemunha, você deve observar, se você observa tudo em um estado de testemunha, então você pode lidar com toda a situação muito tranquilamente, mesmo se você não falar, se você não disser nada, ainda assim em um estado de testemunha, você se torna… muito poderoso, e nesse estado de testemunha, você pode facilmente resolver muitos problemas.


5 de junho de 2019

Agora, de onde vem esse conhecimento?

Seja o que for que você consiga espontaneamente está cheio de potenciais. Nesse ponto, Eu tenho de dizer algumas palavras, é importante. (...) Eu tinha de ter – Eu tenho de falar alguns pontos sobre a parte relativa à espontaneidade que são muito interessantes: o modo como as pessoas acham que a espontaneidade trabalha. Por exemplo, na maioria das vezes é a parte do ego que diz: “Isso é espontâneo”, com muitas pessoas. Especialmente os Sahaja Yogis muito antigos acham que eles são autoridades em espontaneidade. Por exemplo, nós tínhamos um terreno em Vaitarna. Então um dos antigos foi lá e disse: “Esta terra está vibrando e isto não está vibrando.” Então todo mundo aceitou: “Tudo bem, tudo bem, tudo bem.” Então eles disseram: “Nesta parte do terreno, ninguém deve comer.” 

Agora, de onde vem esse conhecimento? Comer não é um pecado, é? É como se fosse um pecado você comer lá. Então religiosamente eles seguem a, b, c, d, f, g, h, z… e novamente a, b, c da Sahaja Yoga a tal ponto que Eu começo a achar que agora eles se tornaram outros Sahaja Yogis fanáticos. Fanatismo é contra a Sahaja Yoga, totalmente. Agora, eles perguntarão: “Quantas vezes devemos recitar este mantra?” Eu digo: “Zero vezes.” “Quantas gotas de ghee nós devemos colocar em nosso nariz?” Eu digo: “Um jarro cheio.” Depois “Oh, eu não deveria ter ido pelo lado esquerdo,” “eu deveria ter ido pelo lado direito.” 

Eu direi: “Simplesmente pule.” Vocês têm de ser como crianças. Mas as ideias estão tão estabelecidas na Sahaja Yoga, são tantos anos, é claro, mas eles não deveriam se fixar nisso. Se eles se fixarem, isso não é Sahaja, não é espontâneo. “Se você fizer dessa maneira, então é errado;” “daquela maneira, é errado”, nada desse tipo. Nada é errado para vocês. Se você fizer qualquer coisa errada, suas vibrações serão perdidas, acabou-se. O que há para ser tão cauteloso? Por exemplo, alguém disse: “Eu não quero olhar para o cigarro.” Eu disse: “Por quê?” 

“Olhar para ele é pecaminoso também.” Eu disse: “Ao olhar para ele, o que acontece?” “Eu sinto vontade de fumar.” Então Eu disse: “É melhor fumar de uma vez por todas.” Ou “Eu não posso segurar uma garrafa de vinho em minha mão.” “Por quê?” “Não, segurar a garrafa de vinho é pecaminoso.” Quero dizer, você pode nadar no vinho. Assim, esse tipo de compreensão deve existir. Embora Eu sempre tenha dito que se Eu digo uma coisa, você se agarrará a isso. 

Então Eu sempre dito o outro lado disso, de modo que você não fique preso a nada. A Sahaja Yoga não é para ficar grudado em algo. Como alguém que tenha aprendido, digamos, certas lições sobre a Sahaja Yoga no começo dela, eles tenham aprendido certos mantras, e eles ainda estão ficando presos no mesmo degrau. Não, não, não, não, você tem de ir em frente. Isso é só uma escada. Não fique grudado em um ponto. Nós tivemos tantos casos assim aqui. As pessoas realmente ficam desgastadas, como eles dizem. Elas continuarão lhe falando muitas ideias insensatas: “Veja, se você faz assim, então isso acontece.” Antes de tudo, não dê ideias aos outros. 

Esta é uma coisa que se você decidir: “Nós não daremos ideias sobre o que está errado com outra pessoa”, metade do seu trabalho está feito. Porque você não tem de fazer nenhum trabalho, assim como Eu não faço.

14 de fevereiro de 2019

Ressurreição é a mensagem para todos nós.


Na história da espiritualidade, é um dos dias mais importantes, quando constatamos que Cristo ressuscitou. É muito significativo e simbólico que na Sahaja Yoga, também, o que nós temos feito é ressuscitar para a vida. Isso deve ser compreendido: a ressurreição é a mensagem para todos nós, para o mundo inteiro. Nós temos de nos ressuscitar. Não havia nenhuma necessidade de Jesus fazer aquilo. Mas Ele era um modelo, o modelo de um santo, o modelo de uma alma realizada, o modelo de uma pessoa que veio dos céus para nos salvar. Assim, essa ressurreição é também parte integrante de nossas vidas. Isso é tão simbólico, tão simbólico, que nós éramos, em nossa consciência, pessoas perdidas. Nós não tínhamos nenhum controle sobre nós mesmos no que se refere a saber o caminho que nossa mente nos dizia para seguir. Nós não tínhamos nenhum equilíbrio na mente e no nosso ser físico, nenhum equilíbrio de qualquer tipo na vida, e seguíamos a esmo qualquer que fosse o caminho que achávamos que era bom. 

Não havia nenhuma sabedoria em relação a isso. Na realidade, Jesus era a Encarnação de Shri Ganesha. Foi uma tarefa muito difícil que Ele executou. Ele costumava convencer as pessoas que eram totalmente ignorantes sobre a espiritualidade, que apenas sabiam sobre dinheiro e nada mais. Ele veio naquela época em que as pessoas não tinham nenhuma ideia sobre espiritualidade, de forma alguma, de forma alguma. Mas de alguma modo, tudo funcionou de uma maneira tão bela que as pessoas começaram a compreender que Ele comunicou que a ressurreição é o ponto importante. Ele sabia que quando a ressurreição acontece, a Kundalini se eleva e o conecta ao Poder Divino, que é Onipresente. Então você começa a compreender que há uma vida além da vida que você criou. Há um outro tipo de vida, um tipo de vida mais elevado que o conecta ao Poder Divino. E então este Poder Divino lhes dá a Verdade Absoluta. 

Se você crescer cada vez mais, você conhecerá a Verdade Absoluta, porque até agora você não conhece. Então nós temos feito coisas erradas, feito da forma errada, ficando perdidos. Também escutando pessoas que estavam apenas se gabando e que estavam dizendo que conheciam a Verdade. Mas quando você próprio descobre a Verdade, você é uma pessoa diferente. Sua descoberta é tão inata e tão real que você descarta tudo que é irreal. Muito facilmente você pode descartar isso e não acha difícil se livrar disso.

24 de janeiro de 2019

Como podemos fazer com que nossa atenção se mova para dentro?

Naturalmente, os seres humanos têm uma capacidade especial para distorcer tudo. Para eles, o Espírito poderia ser um livro, poderia ser algumas palavras, poderia ser uma organização, uma igreja ou algum tipo de coisa que eles fizeram. Mas o que quer que seja feito pelo homem não é o Espírito, essa é a clara declaração de Cristo, que as pessoas queriam evitar e iniciar suas próprias organizações, suas próprias ideias e criaram uma coisa muito mítica em Seu nome. E agora chegou a hora de ser destruído.

(Foto: @SY:WAY)
Isso vem acontecendo há milhares de anos, capturou tantas pessoas inocentes e as pessoas estão nela. Mas quando você é ressuscitado e se torna uma alma realizada, é preciso entender que agora seu movimento é para dentro, você está se movendo em direção às suas raízes e não para fora. Então, qualquer que tenha sido o esforço antes da Realização tem que ser mudado, a direção tem que ser mudada, e na maioria das vezes nós perdemos este ponto.

Esta é a coisa, hoje, que estou tentando explicar a vocês, que até agora, para uma mente humana, o entretenimento era importante; o entretenimento. Para a mente, não para o Espírito. Entretenimento para o Espírito é absolutamente oposto ao entretenimento para a mente.

Como alguém no outro dia telefonou para Mim e disse: “Mãe, não há excitação na Sahaja Yoga.” (risos) A excitação é demais. Nós estamos indo contra isso. Estamos indo em direção à paz, não em direção à excitação e a esse tipo de choques elétricos que precisamos sempre. Veja, um bêbado. Ele está bem de manhã, mas à noite ele fica “desligado”, ele precisa de um choque, uma espécie de injeção em seu corpo. Todas os empreendimentos humanos têm sido assim. Eles são para excitar seu corpo. Porque se é com o que é morto que você está lidando, então você tem que excitá-lo. Mas algo que é vivo, que é eterno, você tem que aproveitar e não excitá-lo.

Então a direção tem que ser [uma completa] justaposição, e é aí que muitos sahaja yogis não conseguem entender. Como fazemos isso? É o ponto. Como podemos fazer com que nossa atenção se mova para dentro, em vez de ir para fora? Se você começa a partir do momento em que nasce de novo, é muito mais fácil porque entra em um novo empreendimento. Essa é a paz, a paz de seu Espírito, a alegria de seu Espírito, que é permanente, você não não precisa de nenhum estímulo, é permanente, é eterno.

Então, a primeira coisa que vem à nossa mente é: o que quer que estávamos fazendo antes da Realização, não vamos fazer. A primeira e mais importante coisa é que a Realização chega a você sem esforço. Então, o esforço que existe em seu corpo todo o tempo, a energia do esforço, "Eu devo fazer isso, eu devo fazer isso, eu tenho que fazer isso, eu tenho que fazer isso!" Isso cria tensão, como Eu já disse a você. Então, o que fazemos? Nós não tentamos competir com os outros. Nós não tentamos consertar certos horários, datas, relógios. Nós também não colocamos nossa atenção em qualquer empreendimento que nos coloque em esforço, mas relaxamos essa atitude de esforço. É chamado como, em sânscrito, prayatna shaithilya. Para uma mente ocidental é muito difícil alcançar o assunto, então tente entender.

Isso não significa letargia, não significa letargia. Nunca se deve confundir a energia viva com a coisa morta.

Agora estamos tentando transformar nossas energias em direção à energia do Espírito. Então você tem que permitir que o Espírito assuma. Seu esforço mental deve ser reduzido e a energia do Espírito deve operar através de você.

Shri Mataji Nirmala Devi, em Londres, Reino Unido, 22 de Abril de /1984.

11 de janeiro de 2019

Oito defeitos inerentes na Kundalini

"Pessoas excelentes são muito poucas. Elas nascem realizadas. Eu não tenho muito problemas com elas. Mas é preciso lidar com as pessoas que estão no centro. Elas se orientam para o bem, mas têm algo pendurado nelas que não é muito bom.

Então, para essas pessoas existem defeitos inerentes na Kundalini que devemos entender.

O primeiro deles é má saúde, má saúde física. Deve-se saber que a saúde é uma coisa muito importante. Porque esse corpo é o templo de Deus. Não diga sempre: "Mãe, me cure, me cure". Apenas diga: "Mãe Por favor, me mantenha na vida espiritual". Você será curado automaticamente.

O segundo obstáculo é o Akar manyata. Significa uma pessoa não quer realizar isso (a Sahaja Yoga).

Terceiro é Sanshya, que é a dúvida.

Quarto é Pramad. É aquele pelo qual continuamos vacilando, falhando o tempo todo.

Quinto é Bhram-darshan, a alucinação.

Sexto é Vishya-Chitta, no qual a atenção é atraída por objetos de suas identificações anteriores, por onde sua atenção tem estado.

Sétimo, as pessoas têm possessões e recebem "idéias".

Oitavo, a pessoa começa a duvidar. Principalmente aqueles que visitaram falsos gurus ou lugares errados.

A humildade é a única maneira de saber que existe um oceano, antes de você ter entrado no barco, certo? Mas você tem que aprender muito. E você ainda precisa estar atento a sua atenção, ao seu Chitta, a sua consciência. "

(Shri Mataji Nirmala Devi, Caxton Hall, em Londres, 10 de dezembro de 1979)
(Foto: @emmavanengel3n, @syway)

4 de janeiro de 2019

Quem é um Sahaja Yogi?



Cada momento é com um Ano Novo para um Sahaja Yogi porque ele vive no presente, nem no futuro nem no passado. Para ele, cada momento é um Ano Novo, uma nova onda de alegria (Umang), uma nova onda. 

Assim como alguém que, enquanto está nadando no oceano do amor, é amorosamente empurrado a cada momento pelo amor ao redor, assim também todo Sahaja Yogi deve viver em completa alegria (Anand), amor (Prem), paz (Shanti) e alegria prazerosa (Alhad). A questão é saber se aprendemos a nadar assim?

Só deve ser chamado de Sahaja Yogi aquele que alcançou completa satisfação e tranquilidade (Samadhan) e seu desejo puro foi realizado. Ele deve agora desfrutar da suprema e única felicidade de sua imensa capacidade de dar isso aos outro.

 (Shri Mataji Nirmala Devi, Puja de Ano Novo, 03/01/1984, Nova Delhi)

Mantenham essas luzes acesas!


(...)É parte de vocês, o Si é de vocês mesmos, o Espírito é de vocês mesmos. Mas adotar o Si é difícil. São apenas os seus desejos, Eu creio, que estão sendo realizados. E foi dessa maneira que vocês obtiveram a sua Realização do Si. Isso não pode ser forçado, como vocês sabem muito bem. Tem que funcionar apenas com o seu desejo, apenas com a sua entrega. Não adianta falar sobre isso, não adianta tentar convencer (as pessoas) disso, o que funciona é o seu desejo, simples assim . 

O poder do seu desejo no seu interior faz isso funcionar. Existem muitos que não estão aqui, que tiveram a sua Realização no mundo inteiro. Eu Me lembro de todos eles e todos vocês devem se lembrar deles. Hoje é um bonito dia, quando nós podemos pensar em todos aqueles que foram iluminados neste mundo. Este é o verdadeiro Diwali, a iluminação dos seres humanos. Não é uma vela, não é uma lâmpada, são os seres humanos. Se todos eles forem iluminados, então não haverá mais nenhum problema. Os problemas acontecem com as pessoas que não são iluminadas. Porque elas estão na escuridão, elas estão caminhando na escuridão e algumas delas também não sabem que elas são completamente ignorantes a respeito da realidade. 

Quando você vem para a Sahaja Yoga e ilumina a si mesmo, você vê naquela luz, naquela luz, para começar, o que é bom e o que é mau. E então, você cresce dentro dela de forma bela, assim como essas flores que estão felizes o tempo todo, todo o tempo lhes dando felicidade. Da mesma forma, quando você está iluminado com essa luz, você não procura mais nada. Você obteve tudo dentro de você mesmo. Mantenham essas luzes acesas! Mas uma outra coisa que você pode fazer é iluminar outras pessoas com a sua luz. Como o que nós fizemos aqui, nós iluminamos uma vela e com ela nós iluminamos todas as outras. Todos vocês podem fazer isso porque vocês obtiveram essa luz dentro de vocês. Com essa luz vocês podem iluminar os outros e eles podem sentir a felicidade do Espírito deles. 

É algo que deve ser percebido agora, da mesma maneira como essas tantas luzes que vocês colocaram (aqui). Da mesma forma, vocês são as luzes para o mundo inteiro. Não é suficiente que vocês tenham recebido a luz, mas vocês também devem dar essa luz aos outros, vocês devem iluminar os outros, exatamente como essas velas. Quando vocês começarem a fazer isso, vocês perceberão o que vocês obtiveram. E então, vocês respeitarão a si mesmos. E vocês se comportarão da maneira como se comporta um santo, ou um sábio, sem proclamar nada. Dentro do seu ser, vocês simplesmente desenvolvem esse temperamento extremamente belo, que dá felicidade. Vocês não querem transmitir nenhuma falsa ideia a respeito de si mesmos. Porque, o que quer que seja a verdade, está com vocês. Não há necessidade de dizer alguma coisa que não seja verdadeira a respeito de si mesmos. 

As pessoas perceberão que vocês são almas realizadas, elas simplesmente sentirão a sua natureza sutil, a sua realidade. Quer vocês venham da Índia, ou venham da Inglaterra, ou dos Estados Unidos da América, vocês todos possuem aquele oceano de amor e de conhecimento dentro de vocês. Estejam certos de que tudo isso está lá e primeiramente desfrutem do seu próprio oceano de amor. Primeiramente você desfruta disso e, então, você pode desfrutá-lo também com os outros. Eu não tenho que lhes dizer “Amem-se uns aos outros”, ou algo assim. Vocês simplesmente amam, vocês simplesmente compreendem, vocês simplesmente espalham a sua luz entre vocês mesmos. Algumas vezes você fica frustrado com as pessoas do seu país, talvez da sua cidade ou da sua aldeia, as pessoas que ainda não estão iluminadas. Mas a melhor coisa é trabalhar nisso, vocês têm que desenvolver isso. Vocês sabem, Eu tive no início uma senhora, uma senhora muito idosa, que recebeu a sua Realização de Mim. E agora, vocês estão todos aqui. 

Da mesma maneira, vocês todos podem fazer o trabalho da Realização. Para isso vocês não precisam fazer nenhum cálculo, vocês não precisam de nenhuma ação de graças, é algo que simplesmente está lá e funciona. O que você faz para obter a luz? Observe. Você simplesmente coloca algo próximo da vela e obtém luz. Da mesma maneira, a sua iluminação é tal que dará luz a milhares e milhares de pessoas no mundo inteiro. Como vocês sabem, existem muitos países os quais nós ainda precisamos abordar. Mas nós faremos isso. Simplesmente (os) localizem e descubram aonde vocês devem ir e aonde vocês devem trabalhar. Primeiramente, vocês são capazes de dar a Realização, vocês o são. Tenham confiança de que vocês podem dar a Realização às pessoas. Para isso você não precisa de nenhuma ajuda, uma única pessoa pode fazer isso, milhares podem fazer isso. É muito importante para o Diwali do mundo inteiro que nós possamos dar a Realização às pessoas, muito importante.