27 de outubro de 2016

Bhoot & Badha, qual é a diferença e como lidar com eles?

​Shri Mataji: Agora, Eu vou perguntar mais uma questão. Muito simples, não tão difícil. Então, qual é a diferença entre um badha e um bhoot? Como você vai reconhecê-los? Um bloqueio e um bhoot.

Yogi: Bhoots vão se mover por aí.​

Shri Mataji: E um badha?

Yogi: Fica parado. Só descrevendo, é um bloqueio.

Shri Mataji: Ele está certo. O que você falou está certo, mas não é absolutamente preciso. É deste jeito, Eu vou lhes dizer. Quero dizer, o que ele falou é a resposta correta, mas não é tão precisa. Um badha também se move. Eu vou lhes dizer. Um badha está sempre nos centros (chakras) ou em seus órgãos. Se isso está, digamos, em seu, por exemplo, no fígado, esse badha pode vir para o centro e então irá começar a se mover de seu "deste" para este, junto com a Kundalini que estará se movendo. Tudo bem? Mas, um badha não tem um movimento arbitrário. Quando você move a Kundalini, o badha se move. Badha significa bloqueio. Tudo bem? Mas, um bhoot é arbitrário. Ele se move. Estará aqui em um momento, estará lá em outro momento. Ele vai se mover para este lado, vai se mover para aquele lado. Ele irá para o coração direito, depois virá para o coração esquerdo. Se é comportamento arbitrário, então significa que não é controlado pelo movimento de seus dedos. Através do despertar da Kundalini, então você tem que saber que isso é um bhoot. Tudo bem? Entendam o que Eu estou dizendo, que uma coisa é arbitrária, trabalha por si mesma, e a outra está em seu controle. Vocês estão retirando ela por vocês mesmos. Como, vocês podem dizer que se existem alguns caroços no corpo, isso pode começar a se mover, digamos, com a corrente sanguínea ou alguma coisa, alguma força atuando sobre eles. Mas, por si só, eles não (se movem). Mas, se existe um verme, verme vivo, ele vai se mover por si mesmo."

Fonte: "O que é um Sahaja Yogi, Seminário Matinal, Old Arlesford Place, Arlesford, Inglaterra, 17/mai/1980.