10 de dezembro de 2008

O Hamsa Chacra e o Poder do Discernimento

 Assista o vídeo dessa palestra em inglês aqui

Hoje, nós decidimos ter o Hamsa Puja na Alemanha. Nós ainda não tínhamos prestado muita atenção a este centro, o Hamsa, o qual é, Eu considero, muito importante para o mundo ocidental, assim como para a Índia ou o Oriente. O motivo é que no Hamsa Chacra parte do Canal Direito e do Esquerdo saem e se manifestam – significa que a expressão dos Canais Direito e Esquerdo é dada através do Hamsa Chacra.

Então, o Hamsa Chacra é aquele que, como se não tivesse ido até o Agnya, mas dá suporte a algumas linhas ou algumas partes do Ida e do Pingala. E eles começam passando pelas suas narinas, se expressam através dos seus olhos, de suas bocas e de suas testas. E vocês sabem que o Vishuddhi Chacra possui dezesseis pétalas que cuidam dos olhos, nariz, garganta, língua e dentes. Mas a parte da expressão de tudo isso vem através do Hamsa Chacra. Então é uma coisa muito, muito importante a mente ocidental entender o Hamsa Chacra. Existe um belo ditado sobre isso em sânscrito: "Hansa kshveta ha, baka ha kshveta ha. ko bhedo hansa bakayo ho. Neera ksheera vivek e tu. Hansa ha hansaksh, baka ha baka ha". Significa "A garça e o cisne, ambos são brancos. E o que faz a diferença entre os dois? Se você misturar o leite e a água, o hamsa (cisne) irá sugar apenas o leite. Pois ele pode discernir a água do leite, enquanto a garça não pode". Isso é uma coisa muito significativa para os Sahaja Yogis entenderem.

O discernimento é para ser entendido muito profundamente dentro de nós mesmos. E como nós desenvolvemos o discernimento é muito importante na Sahaja Yoga. Mas antes de irmos até lá, vamos ver como esse discernimento acontece, especialmente na manifestação das nossas expressões exteriores.

Nós, do Ocidente, somos pessoas que sempre tentamos nos expressar externamente. É muito importante como vocês olham, é muito importante onde vocês olham, o quê vocês olham, o quê vocês veem. É muito importante que suas aparências sejam boas. [Elas são] muito peculiares, gasta-se muito tempo em melhorar a aparência. Isso é o mínimo. Então eles têm um método o qual chamamos de mídia. O país fala ou se manifesta através da mídia. E a mídia tem de ter um treinamento. Todo país tem sua especialidade, um melhor do que o outro. E quando vocês veem todas elas, vocês entendem que a elas falta  discernimento completamente. Mesmo em nosso discurso, em nossa expressão de literatura, expressão de poesia, expressão de nossos relacionamentos com outros e todo tipo de expressão, requerem discernimento, o qual é um conhecimento consolidado ou sabedoria. (...)

Então, chegamos ao discernimento de como usar seus Ida Nadi e Pingala Nadi e o discernimento para compreender o que é bom e o que é ruim. Agora, vejamos o Ida Nadi. O Ida Nadi é muito importante porque nele o discernimento somente pode surgir por meio da compreensão tradicional. O Ida Nadi começa no centro de Shri Ganesha – o Muladhara.

Primeiro nós perdemos o maior apoio, a maior ajuda, o maior alimento de santidade e de auspiciosidade no Muladhara, se não temos discernimento. Nós sempre escolhemos uma coisa que é prejudicial ao nosso crescimento e que pode também destruir não apenas a nós mesmos, mas o país inteiro. Nós gostamos das pessoas que são destrutivas quando não há discernimento. Discernimento significa que vocês devem escolher as coisas que sejam boas para vocês, que sejam benevolentes a vocês, que sejam boas para o coletivo, que sejam boas para sua ascensão.

O discernimento do Ida Nadi é a intuição. Se vocês desenvolvem o discernimento em vocês, através dos poderes da meditação, vocês desenvolvem intuição. E intuição não é nada além da ajuda dos Ganas(soldados de Shri Ganesha, anjos), que estão próximos a vocês. Se vocês aprendem a ser ajudados pelos Ganas vocês se tornam muito intuitivos e, sem muita inteligência própria, vocês podem dizer a coisa certa. O todo da Sahaja Yoga, Eu diria 50 porcento pelo menos, é baseado na intuição. (...)

Para isso, vocês têm de desenvolver um senso adequado de Shri Ganesha. Vocês têm que entender Shri Ganesha no seu senso correto. Isso começa a partir daí porque Ele é Ganapati, Ele é aquele que é o Mestre, é o chefe de todos os Ganas. Então os Ganas dão a vocês a intuição.

Se vocês têm discernimento, vocês não aderem a modismos, vocês não têm idéias estúpidas. Vocês têm sua própria personalidade, vocês são Sahaja Yogis. Vocês não dão ouvidos às pessoas que não são Sahaja Yogis. Essa é a parte "hum hum" – 'eu sou' – não a parte do ego, mas a parte "hum hum" – para entender que "Eu sou um Sahaja Yogi e eu sei muitas coisas que normalmente as pessoas não sabem e então eu não tenho nada a ver com eles. Eu não tenho que ter aulas deles. Eles não têm nada a me ensinar. Não há nada que eles saibam que eu não saiba mais." Estar consciente de Si próprio é "hum hum".

Isso vem do lado direito, Eu diria. O discernimento do lado direito é 'hum', e o discernimento do lado esquerdo é 'Sa'. 'Sa' significa Você. Significa 'Você é Único'. No caso de vocês, vocês sabem quem é 'Você'. Mas, para todo ser humano, 'Você' é o Divino. ' Você é Único'. Isso vem do lado esquerdo, é 'Sa'. Então a palavra 'Hamsa' é composta por dois tipos de discernimentos, o 'Eu sou' e o 'Você é'. Sobre esses dois equilíbrios, como eles têm mostrado aqui de forma tão bela, a Lua e o Sol. No centro é a cruz, que dá a vocês o equilíbrio, que dá a vocês o Dharma. Como eles estão conectados uns aos outros, em camadas e mais camadas; vocês podem ver como o Dharma está conectado ao discernimento. (...)

Então, sobre um lado nós temos a ajuda de Shri Krishna, para nos dar discernimento, e do outro lado temos Cristo. No meio está localizado o Hamsa. Então nós temos duas grandes encarnações em nós que corporificam o discernimento. Um lado é Shri Krishna que é Aquele cuida do lado dos condicionamentos. E do outro lado está Cristo que cuida do lado do Ego. Aquele que diz na cruz, "Oh! Deus, perdoai-lhes porque eles não sabem. Oh! Pai, perdoai-lhes porque não sabem o que fazem.", é o mesmo que pegar um açoite em sua mão e atingir pessoas, começar batendo neles porque eles estão ganhando dinheiro em nome de Deus. Vejam o discernimento. Este é Jesus. Mesmo Shri Krishna, que com seu Sudarshan Chakra pode matar milhares de rakshasas, torna-se o cocheiro de Arjuna. O contraste do comportamento Deles é a bela saga do discernimento Deles. (...)

O discernimento é uma linha muito, muito tênue. Mas uma vez que vocês o conhecem como um estado dentro de si, tornam-se discretos; não conseguem ser indiscretos mesmo que queiram. E isso é que é a parte da evolução. Então, uma vez que vocês saem deste chacra e passem pelo Agnya, vocês entram no Sahasrara, onde têm de ser discretos. O que quer que saia de lá é abençoado, quaisquer expressões que saiam são abençoadas, do Sahasrara tudo é discreto e belo. (...)

Eu tenho que pedir a vocês que venham para a condição de alegria. Sejam felizes, porque vocês estão nessa condição. (...) Na alegria vocês não têm infelicidade ou felicidade; é apenas alegria, absoluta alegria. Eu não posso Me manter séria mesmo por mais que um minuto. Eu tento ser séria, mas é difícil porque há tanta alegria borbulhando o tempo todo, que Eu acho difícil mostrar que Eu não estou muito feliz ou que Eu estou zangada. Então, Eu pediria a vocês que mergulhem completamente no oceano de alegria. Desistam de seus condicionamentos, de todas as idéias sem sentido, mas apenas sejam alegres e sejam felizes consigo mesmos e com todos os outros Sahaja Yogis e Comigo.

Então este é o grande discernimento, hoje, nós temos de aprender a sermos alegres e felizes.

S.S. Shri Mataji Nirmala Devi, trechos do discurso no Puja a Shri Krishna, Alemanha, 10/7/88.
Texto original