14 de agosto de 2012

A Pureza



Trecho do discurso proferido por ocasião do Puja do Guru em 8 de julho de 2001 - Cabella, Itália
 
Pureza é aquilo que purifica os outros:
Então, do amor nós vamos para um outro ponto que é a pureza. E a pureza é um tema que tem sido abordado por muitas pessoas, (que dizem) que vocês devem ser puros, que vocês devem ser totalmente abertos e que as pessoas devem saber tudo a respeito de vocês. Eu não acho que isso seja pureza. Pureza é aquilo que purifica os outros. Se você é uma pessoa pura, então os outros serão purificados. Eles têm que ser purificados.

Agora, vamos supor que você tenha algumas idéias a respeito de você mesmo, que você pense que está numa posição elevada como um Sahaja Yogi e que você está cheio de amor, talvez isso tudo seja imaginário. Isso purifica os outros? A sua pureza purifica os outros? A sua pureza pode dar aos outros o despertar? Eles podem ser Almas Realizadas? E então, o quanto você valoriza a pureza, o poder da pureza? E a quantas pessoas você dá a Realização? Ou você a tem guardado para você mesmo?


Em quantos lugares você tem estado para espalhar essa pureza? A pureza deve ser espalhada. E sem nenhuma dúvida, em sua própria pureza, vocês devem fazê-lo porque isso é uma coisa muito, muito poderosa.

A pureza é muito poderosa:
Ela pode não atuar em uma ou duas pessoas, isso não importa. Pode haver algumas pessoas muito, muito repugnantes, horríveis, isso não importa. Mas a pureza terá um efeito em muitas pessoas sensíveis que desejam tornar-se Sahaja Yogis. Vocês têm apenas que testar isto: o quanto as pessoas gostam de você e o quanto elas ficam impressionadas com você. O Paramchaitanya, este poder onipresente do Amor Divino, flui através de vocês porque vocês são puros. Se vocês forem impuros, então Ele irá parar em diferentes chakras, Ele não funcionará.

Então, a pureza de temperamento, a pureza do amor, o que isto significa? Significa que vocês amam alguém porque essa pessoa alcançou espiritualidade. Vocês amam essa pessoa porque existe a pureza e vocês vão a lugares apenas para disseminar a pureza entre eles. Uma pessoa pura nunca criará um problema. É a pessoa impura que, todos os dias, pode começar com este problema ou aquele problema, ou aquele outro.
 
Introspecção:
Assim, o caráter de um Yogi é venerar a sua própria pureza e a pureza dos outros. É verdade que nós temos que encarar a nós mesmos todos os dias. É verdade que nós temos que nos corrigir todos os dias. É verdade que nós temos que nos separar de nós mesmos para vermos o quanto nós temos feito, até aonde nós temos ido. O que nós estamos fazendo? O que nós temos feito?

Então, a diferença entre o guru de antigamente e o guru dos tempos modernos é que os gurus antigos não se importavam em dar a Realização às pessoas. Esse não era o estilo deles, da maioria deles. Eles se importavam apenas consigo mesmos, agradavelmente sentados em algum lugar nos Himalaias, longe de toda a multidão enlouquecida e satisfeitos consigo mesmos. Mas vocês devem compartilhar essa satisfação! Eu creio que essa é a marca de um bom guru.

Aquele que não pode partilhar, que apenas cuida dos seus próprios prazeres ou apenas cuida do seu próprio Ashram, nós podemos chamar assim, ou cuida apenas da sua própria família, cuida talvez de alguns discípulos que ele tenha... A atenção deve estar no mundo inteiro!