7 de dezembro de 2012

Cristo e a Pureza


Trecho da palestra proferida no Puja de Natal em Ganapatipule, Índia, em 24 de dezembro de 1992.

"...Vocês poderão constatar isso, facilmente, se vocês observarem uma floresta. Ela é limpa, bela e cheira tão bem. Sem embargo, se nela vocês colocarem um ser humano, em seguida, vocês notarão a existência de lixo e sujeira que foram produzidos pelo ser humano.

Cristo é a eterna criança:
Da mesma forma, muitas pessoas prejudicaram as grandes encarnações, mas a maior vítima desses desmandos foi Cristo, sendo que Eu acho que isso foi uma grande injustiça e um desperdício imenso. Dessa maneira, é preciso que entendamos Cristo em seu verdadeiro sentido: Cristo é a eterna criança. Ele é a própria inocência. Ele é a fonte de inocência e concede todas as bençãos em todos os chakras. Isso porém não significa que vocês devem sentir orgulho pelo fato de serem cristãos e pensarem: "Shri Mataji está falando sobre Cristo ! " Isso porque, Eu tenho visto muitos Sahaja Yogis que se identificam com Cristo, ainda que não tenham absolutamente nada a ver com Ele.

Nascimento imaculado:
É imprescindível, também, que as pessoas compreendam como Cristo em sua vida milagrosa realizou tantos milagres. Antes de tudo, o seu nascimento já foi um milagre. Foi um nascimento imaculado. Muitas pessoas discutem, hoje em dia, se o nascimento de Maria foi ou não imaculado. Não obstante isso, todas as encarnações tiveram nascimentos imaculados. As encarnações estão além do pecado, elas são pessoas especiais. Elas podem vir à terra como seres humanos, podem vir como anjos ou podem vir sob qualquer outra forma. Elas são personalidades Divinas e nós precisamos nos dar conta de que, com esse nosso pequeno cérebro, não podemos discutir e falar a respeito delas, mas apenas nos entregar a elas e venerá-las. Elas estão muito acima de nós.


Assim sendo, é importante que as mentes ocidentais compreendam que a vida de Cristo foi uma grande bênção para elas, e que elas a perderam, que a desperdiçaram e que nunca perceberam como deveriam respeitá-la. A coisa toda se tornou uma fraude política e econômica, sem nenhum sentido.

Cristo era Ganesha:
Eu lhes disse há muito tempo atrás que nós podemos provar que Cristo era Ganesha, que Ele era o logos, que Ele era o que chamamos de Brahmanand, o primeiro som. Se vocês olharem seu lado esquerdo a partir de seu lado direito, se vocês virem o Muladhara Chakra, vocês verão Swastikas, porque ele é feito de átomos de carbono. Se vocês olharem o lado direito a partir do lado esquerdo, vocês perceberão Omkara. Se vocês olharem de baixo para cima, ele aparecerá como Alfa e Ômega. Naquele tempo, Cristo disse: "Eu sou o Alfa e o Ômega." A despeito de termos hoje mecanismos que podem mostrar animação e movimento, isso não pode ser mostrado, e Eu não sei como fazer para lhes isso claramente. O que Eu disse pode ser provado.
...
Alfa e ômega:
Tudo isso faz parte do plano Divino, foi elaborado com discriminação Divina, e foi tão belamente feito. Mas, como Eu já lhes disse, os seres humanos são perfeitos em massacrar qualquer coisa que seja bela. E foi assim que aconteceu. E isso é muito triste. Hoje, no aniversário de Cristo, devemos decidir se queremos que Ele nasça novamente dentro de nós, de uma maneira correta, vale dizer, que Ele se manifeste em nós como o Alfa (princípio) e o Ômega (fim) de todas as coisas.

Ao tempo da morte de Cristo, Eu não sei se alguém conhecia o significado desses símbolos. Esses símbolos devem ter surgido do inconsciente coletivo e alcançado, há muito tempo, a mente de grandes matemáticos, e é por isso que esses símbolos são usados. Vocês podem ver Cristo exatamente como o Alfa e o Ômega. Isso é muito claro na Sahaja Yoga. Nós podemos provar muitas coisas de maneira tangível. Por exemplo, como Cristo fez para curar as pessoas. O que é que Ele fez?

Tudo que Ele fez é algo tangível, sendo que nós podemos provar isso agora com a Sahaja Yoga. Como mostrar isso. De qualquer maneira, vocês podem ver processo de cura funciona. Como esses poderes (de cura) funcionam. No entanto, antes de tudo, temos que limpar e purificar as nossas vidas. Devemos levar uma vida muito honesta, poderosa e pura.

Aqui não é um shopping center:
Eu vi aquelas barracas lá fora, nas quais se vendem coisas. Eu havia dito para aqueles vendedores que não montassem barracas aqui. Isso porque, os vendedores estão ganhando dinheiro para si próprios, e não em prol da coletividade Sahaja Yoga. Certa vez, Cristo se defrontou com coisa similar a essa e expulsou os vendilhões do templo a chicotadas. Agora, Eu não posso fazer isso. De qualquer maneira, esses vendedores não devem ser encorajados a continuar fazendo isso.

Aqui não é um shopping center. Vocês vieram aqui para meditar. Está correto se vocês necessitarem de algo, mesmo porque nós compramos várias coisas para vocês, e se vocês adquirirem algumas coisas e os vendedores tiverem um pequeno lucro, ou não, mas de qualquer forma isso reverterá em favor da Sahaja Yoga. O eventual lucro obtido não será usado para nenhum propósito privado. No entanto, pessoas de fora chegam e instalam suas barracas e vocês correm para comprar coisas. Isso significa que vocês ainda estão presos a esse tipo de coisa. O que é que vocês vieram fazer aqui? Vocês devem estar em meditação, o tempo todo, em Ganapatipule. Durante o tempo inteiro, vocês devem permanecer em estado meditativo e não devem se ligar a essas coisas mundanas, que são feitas sempre por vocês fora daqui.

Esses vendedores sabem que vocês ainda têm essas fraquezas, e é por isso que eles montaram suas barracas. Os líderes devem tomar providências para impedir que essas coisas sem sentido aconteçam. Eu lhes disse para não comerem fora daqui. A última vez todos vocês sofreram por causa disso. Mas, ainda assim, as barracas estão montadas. Isso significa que eles sabem que existem alguns transgressores que gostariam de comprar coisas deles e ficar doentes, trazendo dessa forma uma má fama para a Sahaja Yoga.

Sabedoria:
A coisa mais importante em relação a Shri Ganesha é a sabedoria. Essa sabedoria pode ser encontrada, na vida de Cristo, desde o início. Ele era tão confiante nela, que com a idade de 12 anos Ele foi discutir com os fariseus, vale dizer, com as pessoas que eram sacerdotes. Nós ainda temos sacerdotes, mullahs e esses bhutjees, que são chamados de Darvamatandas. Cristo, com tão pouca idade, procurou-os e discutiu com eles, e lhes perguntava: "o que é que vocês estão fazendo aqui? O que é isso? O que é que vocês estão dizendo? Tudo que vocês dizem é da boca para fora." Ele questionava e discutia muito com essas pessoas. Seus pais ficaram receosos de que O matassem e por causa disso trouxeram-nO para a Índia.

Ele foi trazido à Índia pela sabedoria. Eu não sei para onde foi essa sabedoria que, hoje em dia, está faltando aos indianos. Pode ser que, naquela época, quando Ele veio e aqui permaneceu, a Índia possuía muita sabedoria. Nós temos, na Índia, muitas recordações acerca de Cristo. Até mesmo o rei Shalivahan O encontrou. Em seu livro, este rei descreve o encontro com um homem, em Kashmir, que era muito santo e perguntou a Ele: "Qual é o seu nome?" Cristo respondeu: "Meu nome é ISSA." Imaginem vocês I - SSA. "I" (a vogal "i" longa em português e em inglês "EE") é o termo usado nos Vedas para designar a ADI SHAKTI, "SA" significa (em português) "com", logo ISSA significa "com a Mãe Primordial." Em seguida, o rei perguntou-LHE de que país Ele vinha. Cristo disse: "Eu venho de um país que é estranho para Mim, pois aqui é meu verdadeiro país."

País da Espiritualidade:
Assim, a Índia, Bharat, o Hindustão, era o país da espiritualidade. Os indianos não deveriam competir ou se sentir inferiores a outros povos que conseguiram atingir um estágio de desenvolvimento material mais elevado. Vocês não sabem onde é que eles estão. Sem embargo, nós deveríamos ser espiritualmente mais elevados. Vejam o que Cristo disse a respeito da Índia: "Esse é o Meu próprio país." Esse evento está claramente escrito. Isso significa que Cristo reconheceu esse país da espiritualidade como sendo o Seu próprio país. Dessa forma, nós pertencemos a esse país da espiritualidade e não a um elementar estilo de vida materialista ou mundano adotado em outros lugares.
...
Agora recentemente, Eu obtive um livro que estava escondido num jarro, no Egito, até 50 anos atrás, quando ele foi descoberto. Este livro é chamado de A Biblioteca de Hammadi, nome do lugar onde o livro foi descoberto. Tomé escreveu tudo que Cristo havia dito e quando ele veio para a Índia ele relatou todas essas coisas e isso é muito interessante.

Bebidas alcoólicas:
Acerca do ato de ingerir bebidas alcoólicas, Cristo disse: "Beber propicia a devassidão." Será que os cristãos não sabem disso? Muito pelo contrário, os cristãos acreditam que beber é permitido no Cristianismo. Seria Cristo louco em permitir que se bebesse? Como é que Ele permitiria a bebida se ela acaba com a consciência e a atenção das pessoas? Mas os falsos cristãos acharam que isso era algo bom e isso foi usado como um grande atrativo,vale dizer, que todas as pessoas podem beber no Cristianismo!

Senso de moralidade:
Ademais, em outras religiões, como a religião católica, as pessoas podem se casar apenas uma vez. As pessoas se casam apenas uma vez, porém mantêm dez amantes ou casos extraconjugais, sendo que isso é considerado como algo "correto" e "permitido". Está escrito na Bíblia que as pessoas só podem casar-se uma vez e que não podem se divorciar e nem fazer o que quiserem. As pessoas não desenvolvem nenhum senso de moralidade e tudo parece fora dos trilhos em relação a elas mesmas, sendo que elas vão aceitando todas as espécies de coisas absurdas.

O princípio básico da vida de Cristo é a moralidade. Cristo está no lado esquerdo, porque Ele se origina de Shri Ganesha. E depois Ele se estabelece no Agnya Chakra. Mas a moralidade é a essência de Sua vida, ou como chamamos no idioma indiano, de seu caráter. Nosso caráter é constituído por uma vida de pureza.

Nós somos muito complacentes com muitas coisas absurdas, vale dizer, se vocês forem para o Ocidente, vocês ficarão boquiabertos com as coisas que  as pessoas fazem lá. Eu quero dizer que vocês seriam incapazes de acreditar nessas coisas e Eu nem poderia mencioná-las a vocês. Vocês não acreditarão que esses países supostamente chamados de "avançados" estão avançando em direção a Deus. Impossível, nós também não podemos conceber isso ! Uma tamanha impureza. Trata-se de uma imoralidade destrutiva e horrível que Eu não sei de onde provém. Eu acho que deve ser uma disfunção genética qualquer. De onde surgem essas idéias tão estapafúrdias? É impossível acreditar que essas pessoas possam fazer tantas coisas imorais, se vestirem para irem à igreja, aos domingos, como se nada tivesse havido, rezarem para Deus e voltarem para casa.
...
Pureza:
Estamos celebrando hoje a pura vida de Cristo. Ele veio à terra. As pessoas foram incapazes de entender como Ele era tão puro. Um criminoso não acredita que as outras pessoas não sejam também criminosas. Assim, nós devemos olhar para dentro de nós mesmos, e ver se estamos desenvolvendo a pureza da mente que se expressa através de nossos olhos. Os olhos devem se tornar inocentes, senão eles não terão nenhum efeito. Se vocês estiverem preocupados em atrair outras pessoas, ou fasciná-las com seu olhar, vocês não poderão ser considerados como Sahaja Yogis. Se houver luz dentro de vocês, as pessoas perceberão isso de imediato, sem que seja necessário que vocês tentem mostrá-la.

Como Sahaja Yogis vocês devem ter a luz de Cristo em sua própria vida. Vejam como Ele, um jovem homem, veio à essa terra e como viveu. Ele não tinha nada a fazer com Maria Madalena, que era uma prostituta. Ele se prendia à verdade, e quando as pessoas começaram a apedrejar a mulher adúltera, Ele disse: "Aqueles que não tiverem cometido nenhum pecado, que atirem a primeira pedra." Quanta força tem a verdade. Dessarte, Ele não só era um personalidade pura, mas Sua pureza se expressava na verdade, em Sua compaixão e no Seu amor.

Cristo e Shri Ganesha:
Eu penso que Shri Ganesha teve uma pequena transformação em sua encarnação como Cristo. Shri Ganesha é muito compassivo com as pessoas que O veneram, porém Ele é muito severo e castiga duramente as pessoas que se opõem a Ele. Ele não poupa ninguém. As pessoas que O ofendem têm que sofrer, de AIDS, disso e daquilo. Não obstante, Shri Ganesha protege muito as pessoas que são puras. Por outro lado, Cristo é extremamente compassivo, Ele perdoa, porquanto Ele acredita na possibilidade de transformação das pessoas.

No nível de Shri Ganesha, as coisas se passam da seguinte forma: "Deixem as pessoas impuras morrerem e nascerem novamente." Cristo, no entanto, tinha a esperança de que Ele poderia transformar as pessoas. Entretanto, Ele não podia transformar as pessoas. Tanto é que elas O crucificaram. Que pessoas "maravilhosas" deveriam ter sido aquelas que crucificaram Cristo. Elas eram pessoas sem cérebro, destituídas de quaisquer conhecimentos acerca da espiritualidade. Elas eram pessoas muito insensíveis ao verdadeiro conhecimento.

Os mansos de coração:
Apenas as pessoas sábias podem seguir a Sahaja Yoga. A Sahaja Yoga não foi concebida para pessoas estúpidas ou para imbecis e nem para pessoas muito espertas. Algumas pessoas acham que elas são muito astutas, porque elas são bem-sucedidas na vida, podem proferir algumas frases inteligentes de maneira extraordinária e aguda. Por isso Cristo disse: "os mansos (humildes) herdarão a terra." Os mansos são os "pobres" de espírito,destituídos de orgulho, humildes e não aquelas pessoas que pensam muito em si mesmas.

Entre os Sahaja Yogis, apenas aqueles que forem "pobres" de espírito (ou humildes de coração), que não forem cheios de si mesmos, receberão as bênçãos da Mãe. Vocês devem ser humildes, simples, desprovidos de vaidade, sábios, sendo que a sabedoria torna-los-á simples e humildes. Dessa forma, vocês perceberão onde vocês se situam nesse grande cosmos, e, além disso, vocês se sentirão no Reino de Deus.

Para que? Como? Como foi que chegamos aqui? Como foi que entramos aqui? Milhares de pessoas tentaram, anteriormente, atingir esse estado de graça, através de vários sacrifícios, tais como jejuns e posturas físicas complicadas. Como foi que subitamente nós obtivemos essa bênção? Como podemos estar no Reino de Deus? Quando nós passamos a experimentar isso, nós nos tornamos "pobres" de coração, ou seja, simples e humildes. Isso é uma Bênção, é uma graça. Isso não foi obtido por nosso ego, nem pelos nossos condicionamentos, mas é a pura manifestação da graça, da compaixão, do amor, de Sandra Karuna. E então vocês passam a desfrutar de sua vida transformada, de uma nova dimensão da espiritualidade, que está inserida na realidade.

Aquele que conhece a si mesmo é o último:
Agora, vocês conhecem a realidade, vocês conhecem a totalidade, vocês sabem tudo. Não obstante, aqueles que não conhecem a si mesmos não se tornaram Sahaja Yogis. Tukaram (grande santo de Maharashtra, nascido em 1 606 d. C.) disse, em palavras muito simples, que: "Aquele que conhece a si mesmo é o último(ou seja, é muito humilde)." Isso porque algumas pessoas podem julgar os Chakras dos outros, mas são incapazes de julgar os próprios. Podem induzir os outros a fazerem introspecções, mas não podem fazê-las. Vale dizer, essas pessoas conhecem tudo a respeito dos outros, porém não sabem nada acerca de si mesmas, sendo que, em função dessa ignorância sobre si mesmas, elas não podem ser consideradas Sahaja Yogis.

Dessarte, a coisa primordial e mais importante é vocês se conhecerem a si mesmos, através de indagações do seguinte tipo: "que espécie de coisas egoísticas eu tenho feito?" ou "quais os tipos de condicionamento que influenciam o meu comportamento?" Mesmo agora, algumas pessoas ainda conservam muitos condicionamentos.
...

Cisco no olhos dos outros:
Voltamos novamente ao que Tukaram disse e ao que Cristo disse: "Conhece-te a ti mesmo". O primeiro e principal requisito para a introspecção é esse "Conhece-te a ti mesmo". Procurem analisar o que é que vocês estão fazendo e se estão tentando olhar para dentro de si mesmos ou não. Cristo também disse que sempre vemos um grande cisco nos olhos dos outros (Mateus, 7.5). O cisco está em nosso olho, mas nós não o vemos, pois começamos por procurar o cisco nos olhos dos outros.

Quando vocês se sentarem para meditar, a primeira coisa que vocês devem fazer é uma introspecção, em termos de uma auto-investigação, na qual vocês farão os seguintes pedidos: "Oh Cristo, oh Shri Ganesha, por favor, dai-me sabedoria para que eu possa ver a mim mesmo e compreender o que há de errado comigo, e entender em que ponto eu estou falhando nas qualidades de um bom Sahaja Yogi ."
Meditem apenas. E vocês se sentirão tão felizes, tão satisfeitos, porque a virtude dentro de vocês lhes dará uma imensa alegria. No entanto, vocês não devem dizer: "Eu sou muito virtuoso", vocês nunca devem dizer isso. Quando vocês descobrirem a virtude dentro de vocês, somente ela lhes dará alegria e não as suas más qualidades, nem os seus apegos, nem a sua luxúria e nem a sua voracidade. Essas negatividades não geram alegria. Por isso, vocês devem se concentrar realmente.

Mesmo após virem para a Sahaja Yoga, algumas pessoas pensam: "Será que poderei usar a Sahaja Yoga para obter fama?" A liderança é outro mito. Outras pessoas pensam, algumas vezes: "Por que não usar a Sahaja Yoga para eu ganhar dinheiro, de alguma forma?" Essas pessoas começam uma espécie de negócio. Eu já lhes disse, milhares de vezes, para vocês não fazerem negócios com a Sahaja Yoga ou com os Sahaja Yogis. Se vocês fizerem isso, vocês terão problemas. Não venham depois queixar-se a Mim de problemas desse tipo. A Sahaja Yoga é, exclusivamente, uma atividade Divina. Tudo que vocês estão fazendo é para Deus, e isso significa que, em última análise,  vocês estão trabalhando para si mesmos.

A introspecção é muito relevante. Criticar os outros deve ser minimizado. A melhor coisa a ser feita é criticar a si mesmos e rir de si mesmos."
...