28 de outubro de 2008

Civilização Ocidental

A civilização ocidental é como aquela árvore ali fora, e a compreensão oriental do Espírito é como suas raízes. Portanto, há uma continuidade, quer dizer, Eu não posso separar uma da outra, vocês precisam da árvore e a ela precisa das raízes também. As raízes têm que ter a árvore, uma não existe sem a outra, ambas são complementares uma à outra. Mas, quando há um desequilíbrio, como uma árvore que cresce muito além e não alcança a sua fonte, então poderia haver uma destruição. E é exatamente o que aconteceu no Ocidente, pois vocês se superdesenvolveram e esse superdesenvolvimento os levou a um problema, porque vocês exauriram a Mãe Terra, exauriram suas energias, exauriram seus cérebros, tudo está em ponto de exaustão. Então, agora é melhor voltar às raízes.

Quando vocês voltarem às raízes descobrirão que não atingiram a fonte. E onde está a fonte? A fonte está dentro de vocês, no próprio ser humano e essa fonte é para ser descoberta. E essa fonte é o Espírito, sobre o qual todos os grandes santos, todas as grandes encarnações, cada uma a sua maneira tradicional, uma após a outra, expressaram e disseram.

S.S.Shri Mataji Nirmala Devi, entrevista a radio, Vienna, Austria, 1984