20 de novembro de 2008

Paz além do pensamento

Agora nossa atenção está no lado de fora, a razão é que nosso cérebro se tornou como um prisma, e os raios que entram em nós da consciência também são lançados para fora e como uma reação nossa atenção vai para fora. Se Eu digo a vocês para colocar a atenção para dentro, vocês não conseguem colocar, apenas não conseguem. Algo tem que acontecer por dentro e é por isso que quando a Kundalini se eleva dentro de vocês, então a atenção é atraída pra dentro e este acontecimento ocorre. E então, vocês descobrem que vocês podem entrar dentro de si tanto quanto fora. Mas, de outra forma vocês não conseguem. Muitas pessoas dizem que nós estamos rezando, agora se vocês estão rezando externamente não há conexão. Primeiro, a conexão deve ser estabelecida. Então, quando a atenção está no lado de fora, vocês reagem a tudo. Por exemplo, Eu venho e vejo estas flores, então Eu reajo a isto e então Eu digo algo, ou outra coisa que Eu vejo todo o tempo – Eu estou reagindo externamente. Como resultado de todos os tipos de sensações que nós obtemos de nossas reações, nossa atenção se torna absolutamente perturbada e nós temos muitos problemas. Primeiro de tudo, nossos olhos não são fixos, eles continuam pairando daqui para lá, Deus sabe o que nós estamos procurando. Os olhos se tornam impuros porque nós começamos a pensar em coisas, tão logo nós vemos algo, nós começamos a pensar e uma barreira é criada. Por exemplo, há uma peça bonita, algo muito bonito que vocês vêem, e olhando para ela, se há um pensamento vocês não podem apreciar. Mas, se não há nenhum pensamento, há puro estabelecimento, pura conexão entre aquela arte bela e vocês. Então, vocês apenas vêem e apreciam aquele regozijo que o artista colocou na peça, sem pensarem nela. De outra forma, normalmente as pessoas pensarão: “quanto dinheiro eu posso poupar?” ou “O que eu devo fazer? Eu devo comprá-la ou não?”. Todos os tipos de frivolidades insensatas, idéias baratas podem entrar na cabeça. Ou poderia ser algo maior também: “Esta cor não combina com aquela e esta”. Mas, uma pessoa que é uma alma realizada apenas verá, exatamente como as crianças, apenas olham, na mesma forma, sem pensar. Então, a primeira coisa que acontece com sua atenção é que os pensamentos diminuem. O pensamento é o primeiro problema que começou com o ego e agora quando os pensamentos cedem então vocêa se tornam pacífico.

As pessoas falam de paz: “Nós devemos ter paz”. Como vocês podem ter paz? Não é possível, é uma situação impossível. Vejam, nós pensamos que ao pensar, ao organizar, ao manipular, nós teremos paz. Não conseguimos. Vocês não conseguem ter paz deste jeito. Como vocês terão paz? Quando a paz é estabelecida na atenção. Quando a atenção é pacífica, quando nós estamos absolutamente sem pensamentos, então a paz reside. Afinal de contas, a paz é perturbada somente pelos seres humanos, não é? Não é perturbada por nada mais. É perturbada pelos seres humanos e agora se os seres humanos não são pacíficos, como vocês podem ter paz pelas conversas? Pelo contrário, quando há conversas tenham certeza que haverá alguma ação violenta depois dela. Sempre acontece porque o pensamento é incapaz de manter sua atenção em equilíbrio.

Agora como vocês removem o pensamento de sua mente é o problema. Os pensamentos estão todo o tempo em suas mentes. Se vocês estão possuídos, você podem não ter pensamentos, mas de outra forma... qual é a outra forma? A outra forma é a Kundalini, quando Ela se eleva. Um pensamento se eleva e cai, e outro pensamento sobe e cai, mas quando a Kundalini se eleva, então o que acontece é que esses pensamentos se tornam mais alongados e começa um trabalho interno. E há um vazio entre os pensamentos e esse vazio é o lugar de nossa paz. Se vocês adquirem essa paz, a paz mundial pode ser alcançada. Apenas pregando cartazes, gritando por paz, vocês não conseguem estabelecer a paz. A paz tem que vir dos corações dos seres humanos. Nos corações dos seres humanos, a paz somente pode ser estabelecida quando vocês estabelecem o espírito por dentro, seu cerne, onde ele se manifesta, a felicidade da paz. Quando vocês começam a apreciar a felicidade da paz, vocês não querem guerras, vocês não pensam em guerras e é esse o estado para o qual agora os seres humanos têm que se elevarem e assumirem. Então, estes tempos horríveis aqui que nós chamamos de Kali Yuga, os tempos modernos, que são os tempos de completa ilusão e quando todo o sistema de valores é mudado, onde todos parecem ser infelizes e doentes, é também o tempo precedente à Krita Yuga, o tempo onde tudo será feito, aperfeiçoado e estabelecido, é o significado da Krita Yuga. Então, para começar com os tempos primitivos, que nós chamamos de Krita Yuga, são estabelecidos novamente, o primitivo é estabelecido novamente, mas aqui com consciência, como Eu disse a vocês, a matéria se torna consciente de si mesma. A Kundalini, que é uma coisa potencial, que é uma força potencial do desejo dentro de nós, que como podemos chamar de a primitiva, se manifesta e se torna consciente de si mesma. É isso que é a Sahaja Yoga hoje. É tudo Sahaja. É tudo espontâneo, todo processo de vida tem sido espontâneo, mas hoje isso é o que é. Então, espontaneamente nossa atenção se torna pacífica, absolutamente pacífica, e quando aquela paz é alcançada, aquela paz que é estabelecida dentro de seus corações através da ascensão, então cada pedacinho daquela paz emite paz. Essa pessoa, onde quer que ela esteja, emite paz, onde quer que ela esteja. Se há uma briga acontecendo, haverá paz.

H.H.Shri Mataji Nirmala Devi, excertos da palestra em Chiswick Town Hall, Londres, 07/10/84.Texto original