26 de agosto de 2009

Vegetariano ou não Vegetariano


S.S. Shri Mataji Nirmala Devi falou muitas vezes por todo o mundo a respeito de equilíbrio no consumo de alimentos, e sobre o vegetarianismo. A seguir, há uma seleção de comentários apresentados na Índia e nos países ocidentais.
Puja de Shri Mahavira, Austrália Ocidental, 28/3/91
"Nós somos Sahaja Yogis e nós entendemos o equilíbrio. É claro que Eu sempre digo que os ocidentais, por exemplo, talvez também os australianos, deveriam ingerir mais carboidratos porque eles comem muita carne, e então eles poderiam ingerir carboidratos, mas isso não significa vegetarianismo, de forma alguma. Eu quero dizer, para compensar. E na Índia, eu sempre digo que eles devem comer mais carne, isso lhes fará bem. Mas então, de forma alguma Eu digo que vocês devem apenas comer carne e nada mais. Mas um equilíbrio deve ser encontrado, e uma vez que vocês o atinjam, então ficarão surpresos o quanto se sentirão relaxados, muito melhor, mais iluminados, e as vibrações irão fluir muito melhor do que (fluem) normalmente.
Palestra sobre o Nabhi Chakra, Delhi, 31/1/83
Agora, Eu irei tocar em um ponto que é muito importante hoje para que vocês entendam o vegetarianismo e o não-vegetarianismo. Eu quis abordar esse assunto, porque se as pessoas são vegetarianas, elas não podem suportar ouvir a Mãe dizer que não faz diferença se você não é vegetariano, porque isso não age contra a sua consciência. Não age. Mas beber (álcool), sim. Beber (álcool) age contra a sua consciência. Mas comer carne ou não comer carne, não. Mas a pessoa tem que compreender. Mas, alguém me disse que no Gita está escrito que aqueles que comem são Tamo Gunis. Eu estou surpresa com o próprio Gita. Porque o Próprio Shri Krishna, bem no começo, disse a Arjuna que ele deveria sair para matar todas aquelas pessoas, matar até mesmo os seus parentes, na verdade matar seres humanos. “Os seus parentes e também o guru deles devem ser mortos, porque Eu já os matei. Ninguém será morto por você, porque eles já estão mortos.” E Ele dá muitas explicações de que isso não deveria ser feito, mas Ele disse, “Não, Eu lhe digo que você deve ir e matá-los. Renda-se a Mim e Eu cuidarei deles.” Então, Eu não posso entender como Ele possa ter pregado isso (não comer carne) no Gita.

Isso parece ser uma nova apresentação, de que as pessoas que comem (carne) são Tamo Gunis. Elas não o são, elas nunca o serão. Elas são Rajo Gunis. Se vocês comem carne, vocês se tornam Rajo Gunis, e não Tamo Gunis. Tamo Gunis são as pessoas que comem carboidratos, nós temos visto isso na Sahaja Yoga. Nós temos dois tipos de doenças, uma é (causada) por órgãos letárgicos, e outra é (causada) por órgãos ativos. Assim, aqueles que são letárgicos têm muito carbohidratos, e aqueles que são hiperativos têm muitas proteínas dentro deles. Eu quero dizer, se vocês comem muitas proteínas, na ciência, cientificamente, vocês irão se tornar letárgicos? Eu quero dizer, perguntem a qualquer médico. E então, o médico diz que o Gita é uma farsa porque não sabe o que está dizendo. E ao mesmo tempo você diz que “Nós devemos seguir o Gita.” Eu acho que alguém se equivocou aqui e escreveu algo errado no Gita, como eles escreveram na Bíblia, e escreveram em todos os livros.
Programa Público, Universidade Audimax, Viena, Áustria, 12/10/87
Pergunta: A respeito de movimentos como o vegetarianismo, existe uma regra de como nós devemos comer?

Shri Mataji: Não, na Sahaja Yoga você deve comer uma dieta equilibrada. Suponhamos que você seja uma pessoa do lado direito, então deve comer mais comida vegetariana. Se você for uma pessoa do lado esquerdo, então deve comer mais comida do lado direito. É uma compreensão muito equilibrada, aberta e justa a respeito da coisa toda. Não é uma regra rígida e rápida a respeito de algo.
Pergunta: Não existem limites a respeito de comer animais na Sahaja Yoga?

Shri Mataji: Não, apenas você mesmo terá que julgar, você saberá quais problemas você tem, e de acordo com isso você comerá o seu alimento.
Programa Público, Escola Holland Park, Londres, 27/9/2000
Pergunta: É importante ser vegetariano, Mãe?

Shri Mataji: De maneira alguma. Veja, na Sahaja Yoga nós não comemos animais que sejam maiores do que nós, e você não necessita comer animais, caso você seja uma pessoa que requeira mais vegetais. Isso depende da sua constituição. Agora, suponhamos que uma pessoa que é vegetariana e apresenta diarréia, ela deve parar (de comer vegetais). Eu não sou vegetariana.
Palestra, Bristol, Inglaterra, 9/7/80
Então, começa um outro tipo de coisa, “vamos ser vegetarianos.” Essa é uma outra loucura. Está certo, se você não sente vontade de comer, não coma. Mas essas coisas não são importantes. A maneira como nós nos tornamos vegetarianos, vejam... Eu irei dar a realização para galinhas? Vocês devem ser seres humanos. E eles são a coisa mais importante.
Programa Público, Houston, Texas, USA, 6/10/81
Pergunta: Eu gostaria de saber se a Mãe é vegetariana.

Shri Mataji: Não, de jeito nenhum. Pois, suponhamos que Eu tenha sido Kali no passado, Eu tive de beber o sangue daqueles horríveis demônios! Como Eu poderia ser vegetariana? Krishna não era vegetariano, Rama não era vegetariano. Não se tornem vegetarianos, Eu não posso salvar galinhas e Eu não posso lhes dar a Realização. Isso não significa que você irá comer carne o tempo todo, carne, carne. Também não significa pensar todo o tempo em comida. Veja, Eu não me importo com o que Eu como. Se você Me perguntar o que comi de manhã, Eu não sei. Não existe alvoroço a respeito de comida. Eu não sou vegetariana. Como Eu poderia ser? Indianos hindus sabem que a Mãe não pode ser vegetariana. Krishna não podia sê-lo, porque Ele tinha que matar muitas pessoas. E vocês não deveriam sê-lo. Tornando-se vegetarianos, vocês não irão alcançar Deus, Eu posso lhes dizer. Pelo contrário, vocês terão um bloqueio no Nabhi esquerdo se vocês se tornarem horríveis vegetarianos como os Jainistas que nós temos na Índia. Jainistas…Vocês ouviram falar deles, os Jainistas? Eles tentam salvar até mesmo os mosquitos e os insetos. Mas, Eu não posso fazê-lo, Eu não posso fazer nada pelos mosquitos e insetos.
Palestra para Sahaja Yogis em Hong Kong, 10/3/96
Então, a primeira (pergunta) é sobre vegetarianismo, alguém perguntou. Quem perguntou sobre vegetarianismo? Levante a sua mão. Ah, você, está bem. Então, Eu disse que deveria ser, não existe questão a respeito do vegetarianismo; se você é vegetariano ou não, não faz diferença em sua meditação. Mas para as pessoas, vejam, a comida só é importante porque , suponhamos que você seja chinês, coma muito peixe e coisas desse tipo. Então, para dar equilíbrio, se você se tornasse mais vegetariano, estaria melhor.

É uma questão de equilíbrio, mas aquelas pessoas que comem muito alimento vegetariano, como na Índia, deveriam comer mais alimentos, digamos, não vegetarianos,mas proteínas. É uma questão de carboidratos e proteínas, não é uma questão de vegetarianismo. Agora, dizer que Buddha era vegetariano não é verdade, é falso. Porque vocês sabem como Buddha morreu? Buddha morreu quando Ele foi visitar um discípulo que havia matado um javali. O javali deve ser deixado (depois de morto) por algum tempo, e só então comer a carne. Mas Ele estava com pressa, então Ele não fez isso, Ele comeu a carne e morreu.
Palestra para Sahaja Yogis sobre o Mooladhara Chakra, Birmingham, Inglaterra, 4/4/85
É por isso que Eu digo, às vezes, que as pessoas devem comer menos carne, especialmente a carne vermelha, e cavalos e cachorros – e Eu não sei o que mais vocês comem. [risadas] Comam mais comida vegetariana. Eu não estou dizendo vegetarianismo, vocês compreendem isso. Comam alimentos que não lhes dêem tanto calor no corpo. Mesmo o peixe é muito ruim. Então adotem uma vida que é de alguma forma ascética, mas também não comam esses horríveis “alimentos naturais” Eu não posso tolerá-los, Eu lhes digo. Eles não foram feitos para seres humanos, mas Eu acho que para animais. Eles agitam completamente o seu estômago, e é horrível. Esses alimentos da Country Store*. Eu comi certa vez, e Eu disse “já chega disso para Mim”. Country Store – o campo inteiro foi para dentro do Meu estômago.[risadas]

* empresa de alimentos orgânicos nos EUA.