17 de janeiro de 2010

Desfrutando da Desvantagem

Minha primeira viagem à América também foi de navio. Existe um problema em se viajar de navio: é que não se pode ter problema nenhum. Isto porque não há soluções. É tão limitado! O que quer que não esteja dentro de um navio simplesmente não há como se obter. Suponha que você necessite de uma tesoura e não há nenhuma a bordo, portanto você não poderá utilizá-la. Assim, não há nenhum problema (risos). Vocês têm possibilidades e têm escolhas, é por isso que existem problemas. Desta forma, a bordo de um navio, começamos a entender que somos felizes com o que tivermos.

Assim deve ser um Sahaja Yogi: somos muito felizes com o que quer que tenhamos. Assim, não há nenhum problema. Suponha que vocês estejam perdidos no caminho em algum lugar, então vocês deve dizer “Eu tenho de estar aqui. Este é o desejo de Deus. Portanto, eu não estou perdido. Tudo o que sou está comigo, então como posso estar perdido?”

Existem tais coisas, vejam, porque muitas pessoas Me escrevem sobre seus problemas. E os problemas são tais, de maneira que realmente não há problemas. Assim que vocês começarem a pensar dessa forma, vocês ficarão surpresos como os problemas começam a se resolver.

Por todos estes dias, não choveu na Itália. Todos desejavam que chovesse um pouco antes de minha chegada, pois ela deveria limpar tudo. E eles devem ter dito “não há nenhum problema”. Então, choveu.

Num outro dia, fazia bastante frio. E todos queriam realizar um programa musical. Como fazia muito frio, decidiram por não realizá-lo. Então, não houve nenhum problema (risos). Dormimos tranqüilamente e despertamos bem na manhã seguinte, pois tínhamos de estar bem dispostos naquela manhã. Senão, ficaríamos cantando até as 3 horas da madrugada (risos). Portanto, foi melhor que não deu tão certo assim. E, hoje, o dia está quente e bastante agradável.

Assim, na Sahaja Yoga vocês devem sempre pensar que, se há alguma desvantagem, isso traz algum benefício para nós. Vocês devem observar a essência da desvantagem e vocês vão superá-la com uma vantagem. Vocês podem constatar que os seres humanos têm atuado assim por diversas vezes. Tomemos o exemplo da Holanda. Vocês sabem que o mar é muito mais alto do que a terra. Então, o que os holandeses fizeram ? Eles criaram canais. Assim, automaticamente, obtiveram boas vias de locomoção e não precisam se preocupar com a sua manutenção.

Portanto, de todas as formas, se pudermos aprender como desfrutar de uma desvantagem, o tão falado problema, então vocês verão que a solução dele é feita de uma maneira como se não existesse nenhum problema.

Não devemos encarar isto como um desafio, e sim como uma grande onda que o nadador recebe e desfruta simplesmente deixando-se embalar por ela. Por esta razão, nós não somos desmancha-prazeres. Desmancha-prazeres. Desfazer o prazer.

Então, vocês não devem dizer “Eu não gosto disto”, “Isto não me alegra”. Vocês deve dizer “Por quê não?”. Porque, se vocês decidem não gostar de algo, vocês acabam com a alegria. Assim, se vocês mantiverem uma atitude positiva o tempo todo e pensarem “Oh, eu vou desfrutar disso”, então vocês começarão a regozijar. Por exemplo, no início, foi difícil para mim (gostar de) cappuccino (risos). Mas, agora Eu desfruto (risadas e aplausos).

(S.S.Shri Mataji Nirmala Devi, conversa informal a bordo de um navio, Itália, 5/5/1989)