25 de janeiro de 2010

A Negatividade Interna

A negatividade que está perto de vocês não é tão perigosa quanto aquela que está dentro de vocês. Hoje isso está mais sutil. A negatividade tem se tornado mais sutil. Ela tem entrado no ser de vocês e, tenham cuidado, ela pode derrubá-los a qualquer momento. Mesmo um degrau, se vocês não colocarem corretamente, quando estiverem subindo, poderão cair. Então é preciso estar alerta, sem pressão. E o alerta aumenta. Quando a luz vai para dentro, vocês começam a vê-las (as negatividades). Imediatamente vocês vêem, “Oh, lá está! Então eu, e então e então – lá está.” E vocês sabem como corrigir isso e sabem como deixar tudo direito. E imediatamente vocês devem corrigir isso. Como um bom sari que agora tem algo que caiu nele, imediatamente vocês limpam isso. Do mesmo modo nós temos que estar muito, muito alertas; “daksha” é a palavra para isto.

Agora, esse era o trabalho da Deusa antes. A Deusa costumava dar iluminação, a Deusa costumava estar alerta por vocês. Ela se sentaria como uma tigresa por Suas crianças. Eles estão rezando, estão fazendo puja, estão fazendo algum tipo de homa*, havana, então a Deusa sentaria,os protegeria de todas as negatividades que viessem, de todos os demônios que viessem, os mataria, faria isso, aquilo. Mas esse estágio já passou. Agora Ela entrou em vocês.

Então vocês têm que matar essa negatividade, pois vocês se tornaram tão poderosos quanto sua Mãe. Nenhuma negatividade pode tocá-los. Então vocês podem dar a realização, vocês obtiveram este poder muito bem; e vocês podem observar seus defeitos mais do que os dos outros. E vocês tentam se livrar deles porque eles não são bons, eles não são para sua benevolência, eles não são para sua ascensão. Com isso ninguém irá ganhar. No nível coletivo isso simplesmente funciona automaticamente. Vocês não precisam se preocupar. Isso chega ao ápice e uma pessoa sai; como se alguém corresse como um cego sobre um despenhadeiro e pulasse, pulasse para baixo. Vocês não têm que se preocupar muito com isso. Isso simplesmente funciona. Vocês têm visto que isso tem funcionado dessa forma.

Agora outra qualidade que vocês têm: acreditar que a Deusa está trabalhando através de vocês. Em vocês Ela reside, vocês adquiriram os poderes, eles penetraram em vocês – é com eles que vocês podem confortar as pessoas, podem curá-las, podem dar-lhes paz, podem dar-lhes a brisa. Mas o que a Deusa fez em vocês é dar-lhes a brisa, vocês se tornaram a brisa. Como se houvesse, digamos, um ar condicionado, vocês pegam o frescor dele. Da mesma forma, se vocês estiverem emitindo brisas, vocês dão brisas aos outros. Mas, se não há nenhuma brisa dentro de vocês, que brisa vocês podem dar aos outros? Então um Sahaja Yogi tem de ser cheio de brisas, como a Deusa.
(S.S. Shri Mataji Nirmala Devi, trechos do Navaratri Puja, Margate, Inglaterra, 8/10/1989)

* antigo ritual védico no qual oferendas são queimadas para os deuses.