6 de março de 2010

O Desapego

Minha ideia de vir a Pandharpur para o Puja a Shiva foi esta: Shiva representa o Espírito e o Espírito reside em todos vocês em seus corações. O assento de Sadashiva é no topo de sua cabeça, mas é refletido em seu coração. Agora, o seu cérebro é o Vitthala. Assim, trazer o Espírito para o seu cérebro significa a iluminação do seu cérebro. A iluminação do seu cérebro significa que a capacidade limitada de seu cérebro tem que se tornar ilimitada na sua capacidade de reconhecer Deus. Não usarei a palavra compreender, mas reconhecer Deus. Como Ele é poderoso, como Ele é milagroso, como Ele é grandioso. A outra coisa que o cérebro do homem pode criar, é claro que a partir de algo morto, mas quando o Espírito entra no cérebro, então vocês criam coisas vivas, o trabalho vivo da Kundalini. Mesmo as coisas mortas começam a se comportar como vivas, porque vocês tocam o Espírito no que está morto.

É como o núcleo dentro de cada átomo ou uma molécula tem o Espírito dessa molécula. E se você se torna o seu Espírito – podemos dizer, o cérebro de uma molécula e de um átomo, é como o núcleo, o corpo do núcleo. Mas Aquele que controla o núcleo é o Espírito, que reside dentro do núcleo. Assim, agora vocês obtiveram a atenção ou o corpo – o corpo inteiro do átomo, depois o núcleo, e dentro do núcleo está o Espírito. Da mesma forma, nos temos esse corpo, a atenção do corpo. E então nós temos o núcleo, que é o cérebro. E o Espírito está no coração. Assim, o cérebro é controlado através do Espírito. Como? Em volta do coração existem sete auras, que podem ser multiplicadas por qualquer número. Sete elevado à potência 1.600, que são aquelas que cuidam dos sete chakras, elevado à potência de 16.000.

Agora, este Espírito está observando através dessa aura. Observando, novamente Eu estou dizendo, observando através dessa aura. Essa aura está observando, o comportamento dos sete centros em seu cérebro. Também observa todos os nervos que estão trabalhando no cérebro. “Observando”, novamente. Mas, quando você traz o Espírito para o seu cérebro, então você dá dois passos à frente, porque quando sua Kundalini se eleva, Ela alcança Sadashiva e Sadashiva informa o Espírito. Informa no sentindo de refletir no Espírito. Então esse é o primeiro estado em que as auras que observam começam a se comunicar através do diferentes chakras no cérebro e integrá-lo. Mas quando vocês trazem o seu Espírito para o seu cérebro, esse é o segundo estado. Então vocês se tornam realmente auto-realizados no sentido completo. No sentido completo porque então o seu Si, que é o Espírito, se torna o seu cérebro. A ação é muito dinâmica. Abre-se então a quinta dimensão no ser humano.

Primeiramente, quando vocês se tornam Realizados, coletivamente conscientes e começam a elevar a Kundalini, vocês estão dentro, vocês atravessam a quarta dimensão. Mas quando o seu Espírito entra em seu cérebro, então vocês se tornam a quinta dimensão, significa que vocês se tornam aquele que faz, o agente. O nosso cérebro, por exemplo, diz: “tudo bem, levante isso.” Então vocês tocam com a sua mão e levantam. Vocês são aqueles que agem. Mas quando o cérebro se torna o Espírito, o Espírito é Aquele que age. E quando o Espírito é o agente, então vocês se tornam um Shiva completo, autorrealizados.

Nesse estado, se você fica zangado, você não fica apegado. Você não é uma pessoa apegada a nada, seja o que for. Se você possui algo, você não fica apegado. Você não consegue se apegar, porque o Espírito é desapego, o completo desapego. Vocês não se importam com qualquer apego, seja qual for. Nem mesmo por um segundo, você é apegado. Agora, Eu diria que para entender o desapego do Espirito, nós devemos nos estudar muito bem, claramente. Como nós somos apegados? Somos apegados primeiramente pelo nosso cérebro, na maioria das vezes pelo nosso cérebro, porque todos os nossos condicionamentos estão em nosso cérebro e todo nosso ego também está em nosso cérebro. Assim, todos os apegos emocionais ocorrem através do nosso cérebro e todos os nossos apegos egoístas também ocorrem através de nosso cérebro. É por isso que é dito que depois da Realização deve-se tentar praticar o Shiva Tattwa pela prática do desapego. Agora, como praticar esse desapego?

Porque nos apegamos a algo, é claro, através do nosso cérebro, mas através da nossa atenção. Então nós tentamos fazer o que chamamos de Chitta Nirodh: controlar sua atenção. Para onde ela está indo? Na prática da Sahaja Yoga, se você tem que se elevar mais alto, vocês têm que melhor seu próprio instrumento, não o instrumento dos outros. Isso é uma coisa que devem saber em definitivo. Simplesmente observem a sua atenção. Para onde ela está indo? Observem a si mesmos. Assim que começarem a se observar, observar a sua atenção, vocês se tornarão mais identificados com o seu Espírito. Porque se você tiver que observar a sua atenção, você terá que ser o seu Espírito, senão como você irá observá-la? ...

O desapego deve ser observado e visto através de seus próprios apegos. Agora, porque vocês são almas Realizadas, o Espírito ainda não entrou em seu cérebro, é claro, mas ainda assim vocês são almas realizadas. O que vocês podem fazer é pelo menos observar sua atenção, vocês podem fazer isso. Vocês podem observar sua atenção claramente, vendo para onde ela está indo. E então, vocês também podem controlar a sua atenção. Muito simples. Para controlar a sua atenção, vocês têm que simplesmente removê-la disso para aquilo. Tentem mudar as suas prioridades. Tudo isto tem de ser feito agora, depois da Realização, um completo desapego.

Assim, o corpo pede conforto. Tentem fazer com que o corpo fique um pouco desconfortável, tentem. O que vocês pensam que é para ser confortável, tentem tornar isso um pouco desconfortável. É por isso que as pessoas foram para o Himalaia. Vejam, vir para este lugar nos causou muitos problemas. Então ir para o Himalaia, vocês podem imaginar. Assim, depois da Realização, eles costumavam ir para o Himalaia: “Tudo bem, passem por tudo isso. Vamos ver como vocês reagem.” Assim, o que vocês chamam de penitência começa agora. De uma certa forma, é uma penitência que vocês podem fazer facilmente, porque agora vocês são almas Realizadas. Com alegria, um pouco, tentem forçar este corpo. ...

Assim, é o oceano que é o Espírito, embora o seu cérebro seja limitado. Assim, o desapego do seu cérebro deve ser internalizado. Todas as limitações do cérebro devem ser quebradas, de modo que quando este oceano preencher este cérebro, ele deve quebrar esse pequeno cálice e cada pedaço desse cálice deve se tornar colorido. Toda a atmosfera, tudo, tudo que você localize, deve ficar colorido. A cor do Espírito é a luz do Espírito. E essa luz do Espírito atua, trabalha, pensa, coordena, faz tudo.

Essa é a razão pela qual hoje Eu decidi trazer o Shiva Tattwa para o cérebro. O primeiro procedimento é levar o seu cérebro em direção ao Shiva Tattwa, dizendo para ele, “Para onde você está indo, Sr. Cérebro? Colocando atenção nisso, colocando atenção naquilo, se envolvendo. Agora desapegue-se. Torne-se o cérebro em si mesmo, somente o cérebro. Desapegue-se, desapegue-se.”

Então, adquiram esse cérebro desapegado, completamente preenchido com as cores do Espírito. Isso irá acontecer automaticamente. Enquanto vocês tiverem essas limitações em sua atenção, isso não irá acontecer. Então se deve realmente, deliberadamente fazer essa tapasya. Cada indivíduo. Eu estou com vocês, então vocês não precisam de qualquer puja dessa maneira. Mas esse estado tem que ser atingido, e para alcançar esse estado vocês precisam do puja.


Eu espero que muitos de vocês se tornem os Shiva tattwas durante a Minha vida. Mas não pensem que Eu estou lhes pedindo para sofrer. Não há nenhum sofrimento nesse tipo de ascensão. Se vocês compreenderem, esse é o estado de completa felicidade, esse é o momento em que vocês se tornam Niranand. Esse é o nome dado para a felicidade no Sahasrara. O nome da felicidade é Niranand e vocês sabem que o nome da sua Mãe é Nira. Assim, vocês se tornam Niranand.

S.S. Shri Mataji Nirmala Devi, Puja do Shivaratri, 1984, Pandharpur, Índia