10 de outubro de 2011

Casamentos e Relacionamentos Puros



Assim, nós, como Sahaja Yogis, temos que desenvolver mais isso. Ao invés disso, o que Eu constato é que as pessoas, especialmente no Ocidente, tentam especular: quem nós vamos casar com quem. Esses relacionamentos são formados. Isso está errado. Não há nenhuma necessidade de continuar organizando casamentos e fazer esses jogos românticos e tudo isso. Se o casamento tem que acontecer, ele irá acontecer, mas não estraguem a atmosfera. Há algumas pessoas que são exatamente como cabeleireiros, que tentam organizar casamentos e ficam bastante orgulhosas de arranjarem casamentos deste com aquela, daquela pessoa com a outra. Não é algo desejável, não se deve fazer isso. Não há nenhuma virtude nestas coisas, organizar casamentos o tempo todo. Quando a hora do casamento chega, ele acontece.

Na época de Maomé, uma grande questão foi levantada, porque havia muito poucos homens e muitas, muitas mulheres de todas as faixas etárias. E eles não sabiam o que fazer, como salvar essas mulheres. Porque muitos homens morreram na guerra. Então, eles perguntaram: “O que fazer nessa circunstância.” Em uma situação em que existe uma catástrofe dessas e existem muitas mulheres e muito poucos homens, então Ele disse: “Tudo bem, vocês podem se casar com 4 ou 5 esposas e de qualquer faixa etária.” Porque se vocês têm que viver com Dharma, isso significa casamento, significa consentimento coletivo, não sem o casamento. Então Ele disse: “ Tudo bem, vocês podem casar cinco vezes, mas vocês tem que casar. Sem o casamento, vocês não podem viver.”

E é por isso que Ele era meticuloso com isso: toda pessoa deveria se casar e não deveria ter nenhum relacionamento sem o casamento, era pecado. Ao invés disso, agora os muçulmanos acham que têm o direito de se casar com 5 pessoas, quero dizer, quando existem mais homens e menos mulheres. Isso é algo errado. Vocês têm que encontrar a solução. E naquela época, mesmo os relacionamentos entre irmãs e irmãos tinham que ser delimitados, porque havia um grande problema. Então, Ele disse: “Está bem, os filhos nascidos dos mesmos pais não podem casar”, mas os primos podiam se casar naquela época. Mas foi mudado naquele época, tudo bem, não estamos naquela   época, não estamos em guerra. Não há nada como aquilo acontecendo. Não há tal problema.

Relacionamento Puro:
Portanto, vamos desenvolver agora o nosso puro relacionamento de irmãos e irmãs. Na verdade, quando tivemos pela primeira vez esta cerimônia do Diwali, Eu pedi às pessoas para encontrar uma irmã para elas mesmas. Cada cavalheiro deve ter uma irmã, deve achar uma. E então, esse é o dia, Eu disse: “Vamos começar dessa forma de tal maneira que da próxima vez quando nos encontrarmos em um outro dia chamado Rakhi Purnima, vocês podem amarrar um rakhi na mão, os mesmos irmãos e irmãs.” Na Índia, também fizemos assim e isso funcionou muito bem. Mas lá, os relacionamentos são tão fortes que uma vez Dhuma, vejam, Eu acho que amarrou um rakhi em Raulbai. E agora, até mesmo se Eu disser algo para Raubai, ele não gosta. Excede a esse ponto. É tão doce, vocês sabem. E até mesmo a esposa de Dhuma respeita Raulbai como uma irmã mais velha. É muito doce. Desse modo, muitos relacionamentos são estabelecidos.

E no ano seguinte, Eu acho, Raulbai tornou-se irmã de um de nossos administradores, que não está mais lá. E ela sempre preservou todos esses relacionamentos e eles também, imaginem! A coisa toda é assim, esse relacionamento é tão especial, tão próximo e tão puro. E tal relacionamento deve ser desenvolvido com uma senhora, com qualquer mulher ou com qualquer amigo que você queira ter. Deve ser lembrado que isso não pode atravessar certo limite, tem que haver uma maryada. Senão, eles se tornarão irmãos e irmãs e depois se casarão. Isso não é possível. Portanto, nós temos que ter limites, isso é muito importante. Na Sahaja Yoga, nós temos que ter maryadas e limites.
E uma delas é esta: uma vez que você chame alguém de irmão ou irmã, esse é um relacionamento absolutamente puro.

Iremos um pouco mais adiante com isso. O relacionamento com..., como Eu lhes disse antes, com, digamos, irmãos mais novos do seu marido é exatamente assim: eles são como seus irmãos mais novos, todos eles, irmãos mais novos do marido ou Sahaja Yogis mais jovens são seus irmãos, a não ser o marido de vocês. É ao contrário em relação a todas as mulheres, podemos dizer, para todos os homens, as esposas dos outros, senhoras mais velhas, mais velhas que suas esposas, são como irmãs, como irmãs mais velhas.

Quero dizer, esse relacionamento é tão doce e dá a você um certo entendimento de quanta distância é mantida com quem. Com quem ser livre e com quem ter a distância. E isso deve ser mantido de uma maneira tão bela que essa pureza não seja corrompida [sons como “not corrupted”]. Vocês mantêm padrões puros. Essa é a nutrição da Sahaja Yoga, é a nutrição do seu crescimento, a pureza. A pureza é a coisa mais importante para nós. A pureza em todas as formas. Se você é puro, você não fará nada que seja falso, que não seja, podemos dizer, que não seja puro. Assim, antes de tudo, você será puro consigo mesmo e você aceitará a pureza, você apreciará a pureza, você será sustentado pela pureza. Nenhuma impureza irá cooperar com você ou comprometer-se com você.  É por isso que Pureza é o nome de sua Mãe.

Shri Gruhalakshmi Puja,01.11.1981 – Chelsham,Reino Unido