25 de outubro de 2011

Ritambhara Pragnya


Trechos da Palestra Ritambhara Pragnya, LodgeHill, Inglaterra, 23/07/1983                                                 
Trechos Puja do Guru- Cabella - Itália - 19 de julho 1992

Realidade, Natureza e Milagres:
A Realidade é muito eficiente. Ela é muito eficiente e nunca falha, tal como esse microfone. Trata-se de um processo complexo e extraordinário, inimaginável pela compreensão humana. É incrível a forma como ela controla e opera as coisas. Vejam, por exemplo, as plantas. A roseira dará rosas e jamais maçãs. A roseira cresce até certo ponto e jamais atinge a altura de um coqueiro.
   
Todos os elementos da Natureza são mantidos, nutridos, preservados e controlados no tempo certo, nas estações certas. É por isso que em sânscrito existe a palavra Ruta que significa “estação” e aquilo que cuida dessas estações. Uma simples definição de um conhecimento que é iluminado. Todavia, nem tudo pode ser explicado, dado que o cérebro humano não pode compreender como tudo isso acontece.

Quanto aos milagres descritos por vocês, existem ainda muitos que precisam ser registrados. Trata-se apenas de um jogo desse Poder que pensa, que os compreende, coopera com vocês, que os coordena, que os ama e cuida de vocês. Esse Poder está ao seu dispor.  
Guru Puja - Cabella, Itália, 19 de julho de 1992

Estágios da Meditação e Ritambhara :

Mesmo um movimento ou um momento de uma Encarnação Divina pode ser considerado uma ondulação no sentido do bem-estar da humanidade. Não existe nada e nenhum movimento que as Encarnações Divinas façam que não seja para o bem do mundo. Assim sendo, as Encarnações Divinas são entidades bastante diferentes e não devem ser vistas como objetivos a serem alcançados.
Uma Encarnação Divina é Bhogata que significa ‘o que se deleita e se regozija com todas as coisas’.

Inúmeras pessoas criaram muitas coisas ao longo do tempo. Temos aqui um tapete que foi tecido na Turquia. Os turcos criaram, há muito tempo, tapetes para que as Encarnações Divinas pudessem sentar-se sobre eles. Por obra e graça de Rutambhara Pragnya, Eu posso agora sentar-Me sobre um desses tapetes. As almas dessas pessoas são abençoadas, de forma que elas se sentem bem. Eu lhes digo que Michelangelo não criou suas obras-primas para os papas e nem para as pessoas frívolas que vão vê-las. William Blake também não fez sua obra para as pessoas levianas que preferem ver corpos nus. Tudo que eles fizeram foi dedicado às Encarnações Divinas e por isso eles foram muito abençoados. Isso porque, eles estavam ‘além’ de todas as coisas. Nada os atingia. Nada era importante para eles. Eles não tiveram de passar por um treinamento rigoroso, nem tiveram de raciocinar muito, pois neles tudo era automático e espontâneo.

Isso para Mim é algo estabelecido. Todavia,disse ontem, quando nós fazemos Dhyana (meditação), Dharana (concentração plena da atenção) e Samadhi (estado de bem-aventurança) e conquistamos as bênçãos de Rutambhara Pragnya, então pomos a coisa toda em diferentes áreas que se chamam Desha ou Bhumi. Vocês devem cultivar isso através dos Mantras. Limpem e purifiquem tudo isso através dos Mantras. Purifiquem tudo através de sua atenção. Todos os dias, vocês devem saber qual é o Chacra que vocês devem limpar. Vocês devem ter plena consciência de seus problemas, do que precisa ser purificado em vocês e do modo de limpar tudo isso. Não considerem isso como algo fácil e automático.
PUJA DO GURU,TRECHO DA PALESTRA DE SHRI MATAJI NIRMALA DEVI
LODGE HILL SEMINAR, INGLATERRA, 24.07.83


Dhyana, Dharana e Samadhi :
A meditação é uma palavra muito genérica. Não é uma palavra que explique todos os três passos que alguém tem que percorrer para a meditação. Mas em sânscrito eles disseram muito claramente como vocês se movem em vossa meditação.

Primeiramente é chamada de Dhyana, em segundo é chamada de Dharana, e terceiro é chamada como Samadhi. Por sorte a Sahaja Yoga é de uma tal forma , que vocês obtém tudo num feixe. Vocês evitaram tudo o mais, e então vocês obtiveram a parte de Samadhi. Essa é a beleza dela. Primeiro vejamos a Dhyana. E a Dharana é aquela na qual vocês colocam todo o seu esforço. Concentram todos os seus esforços. Mas este é todo um drama para as pessoas que não são realizadas. Para elas é apenas um tipo de ação que fazem. Mas para uma alma realizada, é a realidade.

Assim o primeiro, a Dhyana, vocês têm que fazer. Alguns fazem isso para a "forma", outra para o "sem forma". Mas vocês são afortunados que o "sem forma" se tornou uma "forma" para vocês. Sem problemas. Vocês não têm que ir da "forma" para o "sem forma", do "sem forma" para a "forma"; está tudo lá, num feixe. Assim vocês se concentram,ou pensam em alguma divindade, ou alguns apontam para Nirakar, para o "sem forma", ou para o próprio Nirakar. É tudo uma projeção mental enquanto vocês não são almas realizadas. Mas uma vez que vocês sejam realizados, vocês têm apenas que pensar em Dhyana, em quem vocês estão indo se concentrar, ou vocês podem dizer, sobre quem vocês estão indo meditar.

Mas uma vez que vocês comecem a meditar sobre uma pessoa, sua atenção começa a se mover. Isso também é possível depois da realização, apesar de isso ser um feixe; mas algumas pessoas têm isso, parte disso, parte disso, assim. Assim quando vocês meditam,  a sua atenção ainda pode ser perturbada todo momento. Pode acontecer, dependendo da intensidade de sua concentração. Assim existem alguns Sahaja Yogis que Eu tenho visto, eles estão cozinhando, e há outro que está meditando. Aquele que medita dirá: "Oh, Eu posso sentir o cheiro de queimado..."

Assim não há Dharana. Dhar significa um fluxo, um fluxo contínuo. Assim não há Dharana. Dhyana existe, mas não Dharana. A segunda parte disso é muito importante, na qual vocês têm que colocar sua atenção continuamente em sua divindade. Então vocês desenvolvem um estado o qual é chamado como Dhrana, no qual a sua atenção se torna unificada com a divindade. Mas quando isso amadurece, o terceiro estágio de Samadhi emerge.

Agora as pessoas que pensam que podem fazer isso sem a realização ,estão absolutamente enganadas. Mas depois da realização também, quando a Dharana está estabelecida, vocês têm que obter a posição onde vocês se tornam Samadhi. Agora, o que é esse estado? Quando esse estado penetra em sua mente, então seja o que vocês fizerem, a divindade que vocês venerem, vocês vêem aquela divindade em sua atividade; seja o que for que vocês vejam, vocês vêem a divindade dando a vocês a demonstração; vocês podem colocar isso assim.

Expressão da Divindade :
Seja o que vocês ouçam, vocês acham a divindade contando a vocês a Verdade. Seja o que leiam, vocês acham lá o que a divindade lhes contaria. Assim nesse estado, seja o que fizerem com seus olhos, narizes e todos esses órgãos, tudo isso, se torna um tipo de manifestação da divindade que vocês veneram; automaticamente. Vocês não têm que pensar "agora que Eu preciso me concentrar", tudo bem, "eu não terei esses pensamentos, eu tenho agora que pensar sobre isso". Automaticamente isso se realiza; vocês lêem um livro, nesse livro vocês encontram imediatamente o que é bom para a Sahaja Yoga. Se há um livro que é anti-Deus, vocês o descartam.

Mas se vocês têm um problema, vocês vêem que “deve ser alguma lição para mim. Isso é para me ensinar alguma experiência.”. É a manifestação da própria divindade. Por exemplo, uma senhora sente que está tendo um aborto,ela toma uma posição: Assim uma pessoa que não está em Samadhi Avasta, ou condicionada, dirá : “Oh Deus, eu sou um Sahaja Yogi tão bom, eu fiz tanta coisa para a Mãe; Eu fui todo o trajeto para Pullbottough e apesar disso, vejam, esse é o problema.” Mas outro diria que “tudo bem, deixe-me tentar. Eu irei e contarei para a Mãe,” na frente da fotografia, ou talvez por telefone, algo, e ele encontrará, para sua surpresa, que tudo está feito, está tudo perfeitamente bem.

Ritambhara Pragnya :
Isso somente é possível se vocês são almas realizadas, caso contrário não é possível; assim o estado que está despertado dentro de vocês é chamado, é um novo estado da mente, em sânscrito ele tem um nome muito bonito, Ritambhara Pragnya, que é um nome difícil. Ritambhara é o nome da natureza e toda a natureza que alguém sinta, está iluminada.

Eu lhes darei um exemplo : quando um bebê está para nascer, as mães começam a produzir leite, automaticamente. A própria natureza trabalha para o nascimento da criança.

Episódio do Espaço para o Puja :
Da mesma forma, quando esta Ritambhara Pragnya começa a se expressar, somente para a Sahaja Yoga, ninguém mais, vocês ficam encantados como de repente as coisas funcionam . Agora o tempo está muito curto, mas Eu darei a vocês um exemplo. Eu vim para Brighton e o Jason disse : “Mãe, vamos fazer o Puja em Brighton”. Eu disse, “Tudo bem, mas você encontre o lugar.” Assim ele foi para a universidade, disse que as pessoas da universidade ajudarão, mas (o lugar) é bastante pequeno e Eu disse, “mas pergunte a eles,” mas não, está reservado (no dia)no Guru Puja”, então Ele disse , o que fazer Mãe?  Eu disse : tente em algum outro lugar nesse momento, telefone para alguma outra pessoa. Assim ele foi pelas páginas amarelas, Eu não sei o que, e ele telefonou, e eles disseram que tinham um lugar, um lugar bonito, e venha aqui almoçar conosco. Aí ele foi lá. Ele almoçou muito bem, eles estavam muito felizes; eles estavam todos acomodados, eles estavam muito bem e ele estava surpreso como tudo funcionou tão bem.

Episódio do Cimento :
Assim o Ritambhara Pragnya começou a trabalhar a seu favor. Vocês todos Me dizem : "isso é um milagre, que isso tenha acontecido, Mãe, e nós não sabemos como isso aconteceu". Eu lhes darei um exemplo de ontem; nós estávamos fazendo alguma coisa com cimento e o menino italiano disse que nós necessitaremos de mais dois sacos de cimento. Eu disse, continue, não irá acabar (o cimento). Mesmo antes que Eu saisse, eles continuavam ainda sem ter acabado. Imaginem!

União com a Natureza :
Assim essa coisa especial é seu próprio estado, onde vocês estão sentindo a unidade com a natureza e a natureza está se sentindo unificada com vocês. Assim o Divino está se expressando através da natureza, através de vários acontecimentos, através de vários incidentes – o amor, a proteção, a atenção que o Divino está dando. E não há fim para isso. Isso simplesmente acontece, e as pessoas não sabem como isso acontece. Mas esse é o estado de Samadhi.

Mas pode haver pessoas que se Eu dizer-lhes, vocês farão isso? “Oh, Mãe, a loja estará fechada. Oh, eles não farão isso, isso não está certo”. Eles continuam desse modo. E existem pessoas que dizem - “não! Deixem-nos ver, se a Mãe disse, talvez.” Eu darei outro exemplo, simples, muito simples, absolutamente grosseiro, mas aí está.

Episódio do Chá :
Um dia Mr Srivastava, que toma um tipo de chá, muito inglês, e ele não gosta de outro chá, vejam, assim ele Me disse, “oh Deus, o chá acabou e o que fazer amanhã cedo? “ Assim Eu disse, tudo bem, vamos à loja de chá. Ele disse, “são oito horas da noite e o que você quer dizer? Eles rirão de nós e não há loja aberta às oito horas, aquele local de chás.” Eu disse, vamos, não há problema, Eu estou apenas dizendo, vamos; mas ele disse “que coisas absurdas Você está dizendo! “ Eu disse, tudo bem, seja absurdo ou não , vamos. Ele não ouviria. Assim Eu disse ao motorista, tudo bem, vamos sair. Nós fomos lá e as luzes estavam acesas. Nós dissemos, por quê? Como as luzes estão acesas?

Assim nós entramos, vejam, muito irritados, e eles todos estavam de pé “Oh, nós estavámos esperando por Vocês por tanto tempo, sabe, e Vocês são os últimos a vir”. Apenas imaginem! Assim Eu perguntei ao Meu marido. Ele disse “Eu esqueci que nós tínhamos uma recepção aqui”. E eles disseram, vocês são os últimos a chegar. E ele disse, não importa, mas vocês terão os seus presentes. Assim eles nos deram duas latas de chá para cada um.

Episódio da Cama :
Eu digo, existem milhares de exemplos como esse. Hoje alguém estava tentando empurrar a cama. Três deles estavam tentando, ela não saía do lugar. Eu disse, tudo bem, Eu empurrarei. Eu simplesmente pus o meu Nabhi lá, apenas, Eu não empurrei nada, ela simplesmente se deslocou; por causa de Ritambhara Pragnya. Mas isso não é Chamatkar ou qualquer coisa. Existe no Divino a capacidade de manifestar seu amor, de mostrar que vocês são santos, vocês são os escolhidos por Deus. Mas vocês aceitam a situação primeiro, mas se vocês se comportam como todas as outras pessoas normais – Oh Deus – as lojas estão fechadas, e aquele homem é tão difícil, e eu não penso que isso irá acontecer. Nunca acontece. Mas vocês precisam saber que vocês são santos, escolhidos e dados em nascimento por Mim na "Forma e Sem Forma". Assim essa Pragnya  se manifestando, está se manifestando a todo momento. Estejam preparados. Estejam felizes. Acolham-na. E aceitem que vocês estejam lá. O nível é diferente

Elevando a Sahaja Yoga :
Agora o momento chegou para a Sahaja Yoga mudar o seu nível. Nós temos que mudar. Nós temos que ir mais alto. O nível tem que subir. Mas a Sahaja Yoga é uma coisa tão cosmopolitana que nós temos desde os piores bhoots até o mais elevados, no mesmo prato. Agora alguns deles estão às voltas com aqueles orientados pelo ego, que circulam o tempo todo. Nós não sabemos como elevar o prato. Se vocês elevarem o prato, eles cairão .

Assim vocês estão assustados, eis que vocês têm que segurá-los. E existem alguns que são quadrados que estão carregando outros quadrados em suas cabeças, como bhoots, assim se vocês se elevarem, então eles todos podem caír, ou os bhoots podem cair, sabe Deus. Mas existe um terceiro tipo que são prismas, mais como as pirâmides – que estão belamente estabelecidos, seja qual o nível que vocês os elevem, eles estão presos lá.

Assim aqueles que estão na periferia são um problema, definitivamente, para Mim. Por causa da Minha compaixão Eu não posso atirá-los para fora. E nós temos que ajudá-los a sair. E nós temos que ajudá-los a sair,  realmente agora, dizendo a eles, que eles devem elevar-se. Quanto tempo nós esperaremos por eles? Todos têm que ver que se as pessoas periféricas são trazidas apropriadamente para dentro, assim  elas não sairão da Sahaja Yoga. Compaixão está bem. Mas não a custo de manter a Sahaja Yoga cada vez mais para baixo, nunca !

Nós temos de elevar o nível das pessoas que estão bem estabelecidas na Sahaja Yoga. Assim todos devem tentar estabelecer-se e elevar-se para padrões mínimos pelo menos. Caso contrário, desculpem-Me, muitos serão peneirados para fora.

 RITAMBHARA - PRAGNYA,LODGE HILL SEMINAR,Inglaterra,23-7-83