20 de julho de 2012

A América e Shri Krishna


Trechos da palestra proferida por S.S.Shri Mataji Nirmala Devi no Puja de Shri Krishna em Cabella, Ligúria, Itália em 15 de agosto de 1993

Glani:
...Mas Shri Krishna é Aquele que diz: “Eu venho a esta Terra quando há um glani”, significa o fim do Dharma (reta conduta).


Quando o Dharma se torna fraco, então Ele vem a esta Terra, e Ele destrói as pessoas que são responsáveis por levar o Dharma a esse nível de perdição. A segunda coisa que Ele diz é: "Eu protejo os santos. Eu protejo os santos e aniquilo todos aqueles que são demônios ou que são satânicos, que são destrutivos.”

Doador do Dharma:
Essas são as promessas Dele, que Ele fez há muito tempo atrás, como Shri Krishna. Como Vishnu, nós O conhecemos somente como Aquele que é o doador do Dharma, principalmente. Mas todas as Suas qualidades poderosas realmente foram expressas quando Ele veio como Shri Krishna. Na época de Shri Rama, também, essas qualidades não puderam ser expressas daquela maneira.

Sakshi Swarupa:
Assim, Shri Krishna passou a primeira metade de Sua vida em Gokul e Vrindavan, onde Ele mostrou a bela expressão do Seu caráter, na medida em que Ele fez o que Ele chama de Leela, Leeladhara, Aquele que disse: “Torne-se uma testemunha.” Vocês testemunham o mundo inteiro como uma peça teatral, sakshi swarupa. E então, uma vez que vocês veem o mundo inteiro exatamente como uma criança o observa, num júbilo e alegria infantil, vocês regozijam a vida. ...

Ele não acreditava no perdão:
... Uma qualidade que Ele tem, que Cristo tinha, podemos dizer, ou que muitos santos tinham, que é o perdão, Ele não acreditava no perdão. Ele foi o único que disse: "Eu tenho que punir.". Nós temos que ter também alguém que puna. Se você for como Shiva, então Shiva gostava até mesmo dos rakshasas e, em Sua inocência, Ele costumava dar bênçãos a eles também. Mas Shri Krishna não acreditava de forma alguma no perdão, porque era importante que houvesse alguém com uma mente bastante austera, com um entendimento austero de que um demônio é um demônio, e um demônio deve ser exterminado.

Perdoe para Shri Krishna assumir:
... Ele era Shri Krishna, nós não somos. Nós temos que perdoar porque nós somos seres humanos. Uma vez que nós perdoemos, nós transferimos toda a nossa raiva, toda a nossa atitude de vingança, para Shri Krishna. Ele assume o controle. Uma vez que você diga: "Eu perdoo", então Ele assume o controle, porque Ele não perdoa. Ele imediatamente assumirá o controle por você e, se for justificável, se for necessário, Ele punirá as pessoas que estão atormentando os santos, que estão destruindo o Dharma.
...
Comunicação:
Agora, como vocês sabem, o país de Krishna é os Estados Unidos. Ele rege os Estados Unidos. Portanto esse é um país rico porque Shri Krishna é Kubera. Ele é o Senhor da Riqueza. Portanto, Ele deu riqueza aos Estados Unidos. Então Ele é Vachana, que significa comunicação. Uma outra qualidade Dele é que Ele é Aquele que comunicou. Foi Ele quem dançou com gopis e gopas. Foi Ele que transferiu Seus poderes para eles.  Portanto, a parte relativa à comunicação é uma de Suas maiores qualidades que está atuando nos Estados Unidos. Então, eles estão indo exatamente no caminho oposto: se há uma guerra, digamos contra Saddam Hussein, então os Estados Unidos tomam parte. Se houver uma guerra na Coreia, os Estados Unidos tomam parte.

Em todo lugar em que há um problema, os Estados Unidos têm que ir. Quero dizer, alguém pode perguntar: “Quem são vocês? Por quê, por que vocês se incomodam? Mantenham-se em seu próprio país, desfrutem de si mesmos. Por que vocês estão enviando tropas a toda parte? Por que vocês estão cuidando de todos?” Até mesmo a formação das Nações Unidas é feita sob a orientação dos americanos. Eles desempenham um papel muito importante na formação das Nações Unidas, e de um mundo unificado, e da paz e de todos os tipos de coisas. Mas na verdade, se vocês observarem, o aspecto principal que Shri Krishna ensinou, eles estão perdendo.

Democracia sem moralidade:
Eles estão bem nas comunicações, eles estão bem no estabelecimento das relações entre países, mas a pior coisa que eles têm feito é que não há nenhum Dharma, nenhuma ideia de Dharma, nenhuma moralidade. Democracia sem moralidade. Falar de moralidade nos Estados Unidos é algo inesperado. Eles não podem entender ninguém que fale de moralidade. Agora, é claro, a angústia de suas ações está realmente os torturando. E eles também estão compreendendo, alguns deles, que por causa do comportamento imoral, eles chegaram a um ponto em que 65% das pessoas daquele país, que são americanos,  podem padecer de alguma doença ou podem simplesmente morrer muito jovens. Quando isso está vindo como uma informação grave, é um choque.

Mas apesar disso, apesar de tudo isso, eles ainda continuam com isso e achando que: "Não, não, não, está tudo certo. Isso não é conosco. O que há para se preocupar?” Agora as punições de Shri Krishna começaram, as quais eles não percebem como a punição começou. Agora, vamos supor que alguém está levando uma vida imoral e, como resultado, ele contrai alguma doença. Agora, essa doença não é curável. Eles tentam tudo para encontrar maneiras e métodos de curar essas doenças que estão surgindo como resultado da vida imoral. Eles não conseguem.

Doenças:
É uma tarefa impossível para toda a ciência médica dos Estados Unidos descobrir como curar essas doenças específicas que estão surgindo como resultado da imoralidade. Mas a pior parte é que eles não conseguem nem mesmo dizer que a imoralidade é errada. Eles nem mesmo admitem abertamente que o comportamento imoral leva a essas coisas. E não é dada a devida atenção a essa imoralidade no país de Shri Krishna, onde Ele nasceu. Ele sempre diz simplesmente para estabelecer a moralidade.

Moralidade Artificial:
A moralidade artificial que existe lá, assim como a moralidade que os islâmicos falam ou cristãos falam ou os hindus falam é artificial, na qual eles são hipócritas. Eles seguem um código de conduta e eles, secretamente, adotaram um outro para eles próprios. Mas nos Estados Unidos, é algo aberto. O que quer que eles estejam fazendo, eles não estão escondendo. Eles dizem: "Nós não acreditamos em hipocrisia." Assim eles não estão escondendo. E isso tem levado esse país tão vasto, belo, rico, próspero, para um tamanho fosso que Eu não sei como ele irá se recuperar, a menos e até que venham para a Sahaja Yoga.

"Dhármico" é ser introspectivo por natureza:
Agora, uma outra coisa: o que o Dharma faz a uma pessoa normal? Uma pessoa dhármica é aquela que é sempre introspectiva por natureza. Ela tenta ver: “Eu estou fazendo as coisas de forma correta? Isto está correto?” Ela não permite que sua mente justifique as coisas incorretas. Esse é um dos sinais de uma verdadeira pessoa dhármica. Ela pode não ser um Sahaja Yogi, mas irá perguntar a si mesma: "Isto está certo ou errado?" Mas, essa capacidade desapareceu completamente nos Estados Unidos. Eles nunca tentam fazer uma introspecção. Pelo contrário, eles sempre dizem: “O que há de errado?”

...
O interior é todo gerenciado pela consciência e também por meio da inspeção moral de você mesmo. As pessoas dizem: "Mãe, o que é essa consciência?" Essa consciência está lá, está presente o tempo todo. Mas a pessoa tem que estar ciente disto: "Eu tenho uma consciência." E essa consciência tem que responder. Essa consciência que está dentro de nós é a luz de Shri Krishna em nós, mesmo antes da Realização.

Shri Mahalakshmi é o Poder de Shri Krishna:
Como vocês sabem, a ascensão da Kundalini acontece através do Sushumna, o qual é guiado por Mahalakshmi.Ela é o poder de Shri Krishna. Escutando a sua consciência, vocês desenvolvem um canal adequado da Mahalakshmi dentro de vocês. Mas as pessoas que não têm nenhuma consciência, em um modo específico, não tanto, mas em todos os modos, em todas as maneiras, senão um chakra estará bem e um outro chakra estará em risco. Portanto, a consciência tem que ser consultada, a qual está além da racionalidade, não é racionalidade. Algo pode parecer racional: matar alguém ou roubar o dinheiro de alguém ou apropriar-se das terras de alguém, pode parecer. Mas a consciência lhes dirá: “Isto não está certo.”
...
Violência:
E é desse modo que a violência é tão excessiva, descontrolada lá, tantas doenças, tantas coisas. É extraordinário que todos esses problemas tenham começado muito, muito recentemente nos Estados Unidos, porque a exposição está acontecendo. Para somar a isso, nós tivemos muitos falsos gurus que foram lá e capturaram pessoas inocentes e simples que estavam buscando a verdade. Nós perdemos tantas dessas pessoas nos Estados Unidos. E lá também, Eu devo dizer, no ambiente havia essas maldições das pessoas que eles mataram, que reagiram e eles aderiram a coisas que eram erradas.
 ...
Por exemplo, somente nos Estados Unidos, temos organizações de Satan,  organizações do demônio. Então existe feitiçaria. Abertamente. Abertamente, elas são organizações registradas nos Estados Unidos. Enquanto que em nenhum lugar do mundo, vocês conseguem ter tal coisa: "Essa é uma organização de magia negra", "Essa é uma organização de feitiçaria", abertamente, elas são registradas lá. Assim, a que extremos eles chegaram. E são aceitas coletivamente. A razão é a punição. É por isso que os Estados Unidos são o lugar mais difícil para nós, para a Sahaja Yoga. Deve-se ter uma verdadeira compaixão por eles.

Punição:
Eles agora estão passando pela fase da punição, porque seus antepassados fizeram todos os tipos de coisas erradas e eles também nunca aceitaram o Dharma como um princípio de vida. Eles pensaram que Dharma significa destruir a sua a liberdade, que Dharma significa deixar a sua vida pessoal privada aos cuidados de outros. Assim, para estabelecer o Dharma nos Estados Unidos, o que podemos fazer? Eu estive nos Estados Unidos pelo menos dez vezes mais do que na Rússia. E Eu quero realmente, de uma forma ou de outra, levar ao conhecimento deles que: "Vocês perderam o seu Dharma." Mas, isso nunca os atrairá porque eles são muito egoístas. Se você falar com eles desse jeito, eles ficarão furiosos.