8 de setembro de 2012

Praticando o Silêncio

-->

Trecho da palestra proferida por S.S.Shri Mataji Nirmala Devi no Puja do Diwali,Lake Piru, California,Estados Unidos, em 29 de novembro de 2000

Fofocas:
Isso não cria uma boa família. Eu estou falando da família global. Para nós, todo mundo é uma alma realizada e sua família e nossa família são uma só. Mas então, elas irão criar problemas, falar mal, fofocar. Eu fico surpresa que mesmo na Sahaja Yoga, nós temos muitas mulheres que simplesmente continuam fofocando. Seu estilo é fofocar.

Pelo fato de Eu estar falando sobre Lakshmi e Mahalakshmi, Eu tenho que falar muito sobre as mulheres, porque elas são aquelas que irão criar os grandes princípios, os grandes símbolos de Lakshmi e Mahalakshmi. Assim, a fofoca é uma doença muito comum, ainda hoje, na Sahaja Yoga.

Eu tenho visto as esposas deles. Se temos cinco, seis Sahaja Yoginis que se encontram, elas seguem falando, falando, falando. Eu não sei sobre o que elas falam. Nunca sobre a Sahaja Yoga, nunca. O que elas falam é “o que há de errado com outra pessoa”, “quem é um tipo errado de pessoa”. Isso nós chamamos de fofoca. E essa fofoca tem criado grandes problemas para nós no coletivo.

Calar-se:
Portanto, a melhor coisa que Eu aconselharia é para ficarem caladas. Mesmo quando elas vêm à Minha casa, elas falam. Elas não têm nenhum senso de que devem ficar caladas. Sem quietude, você não pode regozijar as vibrações frescas do Divino. Apenas continuar fofocando e falando não é um sinal de pessoas muito desenvolvidas na Sahaja Yoga.

É por isso que a primeira coisa é: as mulheres devem se tornar muito mais compassivas, muito mais tolerantes e agradáveis. Porque, quando você encontra alguém, elas começarão imediatamente a lhe dizer: “Aquilo está errado com essa pessoa, isso está errado com aquela pessoa.” Mas não há nenhuma necessidade. Mas elas somente virão e lhe darão más notícias, todos os tipos delas. Mas elas gostam de dar más notícias.

Elas pensam que são muito importantes. E quando elas pensam que são importantes,  podem tornar-se pessoas muito perigosas, muito perigosas.

Porque Eu acho que são as mulheres que têm que realizar isto muito mais do que os homens: entender o valor da Sahaja Yoga. Porque diz respeito aos seus próprios filhos. Sua família é uma das unidades da Sahaja Yoga. Eu estou dizendo isso porque, agora, Eu tenho notado que é muito comum que as mulheres na Sahaja Yoga não estejam à altura do ponto em que elas deveriam estar. Elas fofocam demais.

Mauna:
Portanto, Eu penso que elas devem adotar mauna, adotar o completo silêncio, não falar.

Aquelas que são realmente muito eficientes, que estão fazendo o trabalho grandioso, são sempre caladas. Elas não falam. Eu tenho visto que elas nem mesmo vêm Me ver, simplesmente recuam. Enquanto que as mulheres que pensam que são especiais são as mais perigosas.

Portanto, o poder de Lakshmi que, na realidade, primeiramente recai sobre o ombro das mulheres, deve ser o de Mahalakshmi. E este é um desafio para todas as Sahaja Yoginis: comportarem-se dignamente e tornarem-se mulheres mais grandiosas do que todo o resto das mulheres do mundo.

Nós temos algumas Sahaja Yoginis muito, muito boas, muito grandiosas, sem dúvida. Mas o estilo delas é diferente e elas estão realizando as coisas de tal maneira que é absolutamente adorável. Elas estão apenas trabalhando para a Sahaja Yoga. Elas não se preocupam com seus relacionamentos pessoais ou sua distinção pessoal. Elas só querem ajudar a Sahaja Yoga de todas as maneiras.