9 de outubro de 2012

A Fotografia


Extraído da palestra proferida por S.S.Shri Mataji Nirmala Devi no Puja da Devi em San Diego, Estados Unidos, em 31 de maio de 1985.

E até mesmo o Yogi Mahajan Me disse: “Mãe, nós queremos uma fotografia Sua que seja bem séria, é difícil conseguir uma e nós devemos colocar um semblante que seja bem sério.” E finalmente, ele arrumou uma fotografia que era horrível. Quando ele Me disse: “É uma fotografia muito boa, a Senhora parece tão serena,” isso, aquilo e todas as descrições. Quando Eu vi a fotografia, Eu disse: “É horrível!” Ele disse: “É mesmo?” Eu disse: “Tudo bem, deixe-Me lhe dizer quem tirou esta fotografia.”  Ele disse: “Quem?” Eu lhe disse o nome e ele ficou chocado. Eu disse: “É esta mulher que lhe deu isso, e você sabe onde ela está hoje.” Ficou chocado quando Eu lhe disse o nome: “Jane.” Eu disse: “Essa é a fotografia que você está enviando para os americanos.”



Mas Eu sei que os americanos ficarão atraídos por essa fotografia, porque eles mesmos são infelizes, vejam. Mas essas pessoas que são atraídas por esse tipo de fotografia irão se afastar muito rapidamente, elas não vão se fixar – vocês não entendem esse ponto. Elas não são do tipo que se fixa. Como por exemplo, na Escócia, Eu fui lá e havia uma fotografia que Eu vi e Eu tive um choque. Nós fomos a um restaurante onde íamos comer e Eu vi Minha fotografia e disse: “Quem tirou esta fotografia?” Eles disseram: “Esta é a cópia de uma dos australianos.” Eu disse: “Mas quem a tirou? Porque esta não é boa – é muito ruim.” Então eles disseram: “Esta foi tirada por alguém, repentinamente.” Eu disse: “Eu direi o nome da pessoa,” e Eu lhes disse quem a tinha tirado: Hilary. Eles ficaram surpresos com isso.
Eu disse: “Esta fotografia não é boa.” Mas agora eles a colocaram em todos os lugares. Eu disse: “Deixe como está.”

Tantas pessoas vieram para o Meu programa, todos os tipos estranhos, sabem. Algumas tinham um olho, algumas tinham um nariz, algumas tinham alguma outra coisa errada, faltando tudo. “Oh Deus,” Eu disse: “Isto é por causa da fotografia.” E nem uma única pessoa voltou. Nós tivemos pelo menos cerca de quinhentas, seiscentas pessoas no programa, todas assim, vejam. [Marathi] E nenhuma delas voltou, nem uma única pessoa. Todos os bhoots (espírito maléfico) atraídos pelo bhoot e Eu pude ver na Minha fotografia que ela estava simplesmente repelindo isso.

Assim, aqueles que tiram Minha fotografia também se refletem na fotografia.

Vocês devem ter visto que a fotografia que Ray tira sai muito bem. Eu não sei qual delas aqui é do Ray, mas as fotografias do Ray costumavam ser muito boas. E desta vez, Ray, ele tem uma esposa estranha, Eu acho. Ele foi para a Índia e os indianos Me disseram: “Mãe, eu não sei porque Ray está tão arruinado.” Na Índia, isso não acontece. Uma vez que sejam Sahaja Yogis, então eles progridem. Mas este sujeito era exatamente o oposto – agora o que fazer?

Eles disseram: “Mãe, ele está todo decaído, o que fazer?” Eu disse: “Deve haver algo errado. O que fazer?” Quando Eu voltei, Ray trouxe três ou quatro fotografias Minhas. Quando ele mostrou, todo mundo ficou chocado. “Estas não são fotografias da Mãe.” E ele teve que retirá-las. Isso é o que acontece. O mesmo Ray que tirou fotografias tão belas estava tirando fotografias horríveis atualmente.

Assim, em tudo que vocês fazem, em tudo que vocês alcançam, vocês podem identificar. Você de repente torna-se uma pessoa extremamente elegante, vocês podem dizer, com um refinamento, uma vez que você seja um bom Sahaja Yogi. Tudo vem em um fluxo adequado. Vocês podem identificar, os modos muito simples de uma pessoa assim são tão agradáveis e tão tranquilizadores.