1 de junho de 2013

Sem Medo da Morte


Trecho da palestra do Puja do Sahasrara em Cabella Ligure (Itália), em 7 de Maio de 1995.

Medo da Morte:
O medo da morte é outra tolice das pessoas. A primeira vez que comecei Meu trabalho, em todo lugar me pediam: "Conte-nos sobre a morte". Eu disse: "Mas justo agora que vocês estão vivos,  estão pedindo que Eu conte sobre a morte?  Tantas pessoas me perguntaram sobre a morte. Por que vocês querem saber sobre isso? Eu falarei a vocês sobre isso agora mesmo. Assim, essa é mais uma ideia louca de que nós devemos saber sobre a nossa morte, o que vai acontecer, e seja lá o que for que aconteça. Uma vez que vocês morram, acabou-se, vocês não têm de fazer nada depois disso. Assim, qual é a utilidade de saber quando vocês morrerão, o que acontecerá a vocês? Seja o que for que tiver de acontecer, acontecerá. Nós nunca perguntamos assim: "Quando eu dormir, o que acontecerá comigo?" Perguntamos? E isso é um sono permanente e nós nos preocupamos tanto com isso, que temos de saber o que acontecerá depois da morte. Temos de morrer seja quando for, porque o que nasce tem de morrer. 


Vida Eterna:
Mas vocês sabem que obtiveram a vida eterna. Vocês nunca podem morrer, a morte não é o desaparecimento desse corpo. A morte é quando vocês estão absolutamente sem controle da vida de sua alma. Uma vez que vocês sejam almas realizadas, vocês têm todo o controle, todos os poderes para levar sua alma para onde vocês quiserem: para nascerem se quiserem, se vocês não quiserem, vocês não nascerão. Para nascer com pessoas nas famílias, nas comunidades, aonde vocês quiserem. Existem muitas grandes almas, Eu sei disso, que ousadamente nasceram  em sociedades que estão muito, diria, deterioradas e estão em perigo de ficarem destruídas por causa da estupidez. Assim, esse fato de que estamos com medo da morte é absolutamente absurdo para Sahaja Yogis. O que há para pensar, mesmo sobre sua morte? Não há nada como a morte para vocês, porque vocês obtiveram a vida eterna. Não é que vocês continuarão com o mesmo corpo, vocês podem continuar trocando sua vestimenta, mas vocês estão vivos, conscientes, e sabem, mesmo se esse corpo não existir, vocês estarão lá todo o tempo à disposição da Sahaja Yoga, para qualquer coisa que deva ser feita em nome da realidade.

Seguros e Materialismo:
Assim, vocês precisam conhecer sua posição como seres eternos, qual é o seu trabalho, qual é a sua ideia, o que vocês têm de fazer. Assim, temos de ficar livres dessa ideia da morte, porque a morte não existe para vocês. Isso acabou. Além disso, todas essas pessoas que estão com medo de suas mortes continuam comprando seguros, isso, aquilo, todas as dores de cabeça, vejam. E finalmente o que acontece?  Vocês deixam aqui todas essas coisas mundanas e morrem. Eu penso que ninguém poderia carregar nem mesmo uma partícula de poeira com aquela alma que está partindo. Mas no seu caso, quando vocês não estão mais nessa Terra, supostamente, então vocês não levam todas essas coisas materiais porque já desistiram delas. Vocês não têm mais interesse nelas, vocês não são materialistas. 

Libertação:
Assim o seu espírito está livre e quando vocês morrem, o que acontece é uma coisa simples: vocês se sentem muito libertos, absolutamente, e então vocês sentem a sua liberdade, completamente, e vocês podem decidir o que querem fazer. Tudo está sob sua própria orientação, seus próprios desejos, tudo funciona. Vocês não sentem que saíram de seus corpos, e por isso Eu digo a vocês que não deve haver medo da morte. Mas, ao contrário, ela deve ser bem-vinda, porque vocês se sentem mais livres, mais à vontade. Vocês não têm outros problemas que, de todo jeito, têm de carregar nesse mundo por causa desse corpo. 

Agora vejam, "Eu tenho de tomar alguns remédios, Eu tenho de tomar vitaminas". Vocês não têm de tomar nada, vocês não precisam de nada. Esse corpo ter se acabado é uma ideia muito boa. Ele é tão incômodo, vejam, o tempo todo, apesar do fato de dizerem:"Eu não me preocupo com esse corpo e tudo o mais", mas esse corpo não o deixa. Nosso corpo é a coisa mais aderida que nós temos. Assim, esquecer sobre a morte deveria ser a coisa mais fácil para vocês.


Trecho do discurso do puja de Shri Buddha em Brighton (Reino Unido), 26 Maio 1983.

O Desejo Puro:
Agora vejam, como  nós devemos entendê-LO (Buddha) na linguagem da Sahaja Yoga. O desejo, como vocês sabem, é o lado esquerdo. O lado esquerdo dá-lhes a morte. Quando o lado esquerdo fica muito usado, vocês morrem, no final das contas ele está exausto. Quando vocês estão sem o lado esquerdo, o desejo, vocês também ficam doentes. E quando o lado esquerdo é utilizado demais, vocês ficam velhos. Claro que o lado direito é aquele que faz isso, mas o lado esquerdo é a origem. Se vocês não têm desejos, não vão para o lado direito. Primeiro é o desejo, o ponto de partida é o desejo. 

A Realização do Si vai junto:
Ele (Buddha) chegou ao ponto, tudo bem, mas ele não disse claramente: o que significa o desejo? O desejo significa o lado esquerdo. Quando nós temos o desejo puro, que é a Kundalini, então todas essas coisas são neutralizadas. Quando a Kundalini sobe, o desejo puro, o desejo real, o único desejo que Ela dá a vocês é o absoluto, pelo qual vocês não ficam velhos, não morrem e nem ficam doentes. Porque vocês alcançaram algo que é eterno. Não morrem. Vocês se tornam o espírito. Quando vocês querem morrer, vocês morrem, quando vocês querem renascer, vocês renascem. E vocês têm aquele temperamento realizado interiormente. Isso não morre. E isso é o que vocês levam junto. Agora vocês levam a sua realização consigo quando morrem.